18 de janeiro de 2009

' ...

Só para dizer que ontem à noite o depósito rebentou, algum dia haveria de acontecer. Explodi de raiva e deitei cá para fora todas as lágrimas que prendi ao longo de 8 meses. Saí de casa da minha avó com a roupa que tinha no corpo e o portátil (sou tão viciadona que nem me passou pela cabeça fazer uma mala com roupa, mas trouxe pc! duh) e uma pequena mala com os pertences mais pessoais. Estou por tempo indefinido em casa do meu pai, mas isto é complicado, dado que 1 - a minha casa não tem nem água quente, nem cozinha, nem condições mínimas para se viver... 2 - o meu pai trabalha de manhã à noite, come sempre fora, não cozinha em casa há anos-luz e a cozinha nem sequer frigorífico tem (e onde é que eu ía comer?), já para não falar que é tipo no fim do mundo, não tem transportes nenhuns e eu ía ter de ficar trancada em casa o dia todo (antes isso a viver em casa da minha avó! ainda estou a convencê-lo a deixar-me ficar cá mesmo que sobreviva a bolachas...) e 3 - eu não quero de maneira nenhuma voltar a casa da minha avó. só lá volto para ir buscar roupa. e portanto a minha vida continua em stand-by dependente do que a minha linda família quer e deseja, desde sempre foi assim, eu é que fui sempre o objecto a andar de um lado para o outro quando não lhes dá jeito ficar comigo. não vejo a hora de conquistar a minha liberdade e independencia financeira e sair de ao pé deles todos. acho que depois de uma vida familiar tão traumatizante nunca mais vou querer viver com ninguém. mas sonhos e conveniências à parte... o que me chateia mesmo é o facto de eu adorar a minha avó... infelizmente, as pessoas de quem mais gostamos são as que nos desiludem mais ! e acho que estou a entrar numa depressão à pala desta merda toda.

Para ajudar ao filme, tive 2 (DOIS! de zero a vinte) a CONTABILIDADE, a 2ª época é na 2ª feira e como devem calcular estou com imensa cabeça para estudar. Já pra não falar que estou prestes a chumbar aos outros todos.

Finalmente, o meu querido ele, sabem aquela pessoa que se diz ser meu namorado, em vez de me apoiar ao saber de tudo o que tinha acontecido, continuou com a sua vidinha, nem perguntou se eu queria que ele me ligasse para falarmos, nem perguntou como é que eu estava, se eu estava melhor... limitou-se a dizer 'dorme bem', como se fosse uma noite normal. É nestas alturas em que mais precisamos de apoio, que vemos quem está disposto a dá-lo ou não. Lá está, as pessoas de quem mais gostamos são as que nos desiludem mais...

Já estou como a Elite: been there, done that. Mais vale ficar sozinha. Não quero mais esta vida para mim e tenho de tomar algumas atitudes. Tenho uma vida por resolver.


Nota: muito OBRIGADA a todas as mensagens de e-apoio que tenho recebido :D estou destroçada, e estou a ser sincera, mas quando estiver com espírito faço um novo post com muito mais força, e vou espreitar os vossos cantinhos *

20 comentários:

Pikiiii disse...

Olha minha linda apoio.te muito nessa decisão, depois de tudo o que disses.te viver na casa da tua avó era impossivel!!
Quanto às condições na casa do teu pai, com boa vontade tudo se consegue :P
Entendo que tenhas saido com o pc, se fosse eu também era a unica coisa que traria..
Quanto ao Ele, puxa que parvo!! Ele não entende que tem que te apoiar, dar mimos e assim.. Não deves estar bem..

Olha minha linda se precisares de alguma coisa, desabafar e assim conta comigo..

Beijinhoooos*

trebaruna_666 disse...

k situaçao msm má, ninguem consegue viver assim em casa da tua avo, normal saires de la.
ele foi mt parvo, um dia ha-de querer e nao ter.
alguma coisa k poder ajudar diz, precisares desabafar tens aki uma e-amiga.

beijinho e mta coragem

Tropezinha disse...

oh meu amor então=( como é que estás? queres vir para minha casa?? =)
às vezes temos a pequena sensação que só nos querem para "sexo"!!!! Mas isso pode ser mesmo dele, há pessoas que nao reagem... acredita!!! ele pode ter ficado tão triste que não soube como reagir, como te tratar!!! mas isso só tu consegues perceber, so tu é que o conheces!!!

Vais ver que vai correr tudo bem.
qualquer coisa estou AQUI!!! e moro Mesmo aqui ao lado... do outro lado!!! mesmo na pontinha, ao pé do mar!!! ;)

B! disse...

Percebo o que estás a sentir e como é complicado estares zangada com a tua avó e não teres o teu próprio espaço. Acho que fizeste bem em ir para casa do teu pai, porque viver numa casa onde nos sentimos mal é horrível.

O apoio dos amigos e do namorado é importante para ultrapassar-mos esse tipo de situações. Se ele não te apoia fala com ele e esclarece a situação!

Tenta pensar positivo, ao menos estás viva, de boa saúde e com os reus pais vivos. Nem tudo é mau como parece! E são estas situações que nos ajudam a crescer, a mudar e a ficar mais fortes!

Já disse e volto a repetir, estou aqui para tudo o que precises!

Força nisso ;)

Maria disse...

Ás vezes temos de fazer opções dificeis.. E secalhar agora custa-te, mas certamente que irás reencontrar o teu caminho..:)
um beijinhoo... e se precisares de alguma coisa...

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Sempre imaginei que um dia haveria de chegar ao teu blog e tu a dizeres que já não estavas na casa da tua avo mas não tinha imaginado que seria nestas circunstancias.
Espero que tudo dê certo e que o teu pai te deixe ficar, e que até se criem mais condições para ti.
E que "ele" ligue para ti e até te proponha ficares um cadinho com ele.
E sobre os estudos: à ti de ver como compensar essa nota. Tens tanto a acontecer na tua vida, não precisas mais disso!

Coragem!

Beijo meu ♥,

A Elite

Hannah disse...

Sinceramente não queria opinar sobre o assunto, mas o teu Ele é um bocadinho parvinho, não?
Enfim...
Pelo o que já li no teu blog, dá para ver que és uma rapariga/mulher cheia de garra, mas tens de ter uma coisa bem pertence na tua mente... Não podes depender de ninguém... digo por experiência própria... Quando tiveres consciência que só podes contar contigo própria, vais arranjar forças que desconhecias possuir... Acredita em mim...
Espero sinceramente que esta fase menos positiva passe rapidamente e que consigas superar todos os obstáculos.
Bjos e um abraço.

Força!!!

Shakti disse...

Para te ser sincera já estava à espera desta situação ....calma que o teu pai de certeza que te deixa ficar , afinal és filha...
Há uma coisa que me intriga ...desculpa se for invasiva...mas e a tua mãe ? Nada diz ou faz???

Quanto aos exames o mal menor ...parece que quando algo corre mal , corre tudo mesmo mal ...mas tem calma , exames existem muitos e um dia irás conseguir ter o teu curso...

Quanto ao teu ele...eu não sou ninguém para julgar ninguém , acho que cada pessoa é uma pessoa especial neste mundo que vive à sua maneira, por isso não vou estar aqui a dar-te força para acabares ou a dizer que ele agiu bem ou mal ...isso cabe apenas a ti, o que sabes de certeza é que essa atitude magoou-te , deixou-te ainda mais fragilizada ...

Força ...Tens o meu msn se algum dia precisares...afinal uma voz mais velha por vezes acalma ...bolas ...lá estou eu ...quando aqui venho odeio-me a mim própria...pareço a minha mãe ou o meu pai a falar...LOL

Calma miúda !!

bj

André disse...

Hhhmm, situação complexa. Não direi difícil ou complicada, isso são mais julgamentos arbitrários do que apontamentos factuais, mas complexa será certamente essa tua situação.

Não tenho muito para dizer, apenas que tens o meu apoio total, valha ele o que valer, ainda por cima à distância de uns largos milhares de quilómetros a partir de terça.

Faz o que tiveres de fazer, tenhas ou não a certeza do que estás a fazer. Por vezes, temos de tomar decisões mesmo quando não temos a certeza do que estamos a fazer. A vida é isso mesmo, desenhar sem ter borracha, como dizem. Se não der para apagar, risca e escreve ou desenha de novo. Se a mensagem passar, os rabiscos só importarão aos amantes das aparências.

"Ele" não te apoiou muito. Enfim, todos cometemos erros, talvez ele tenha cometido um. Perdoa, se puderes, mas faz o que tiveres de fazer, mais uma vez.

Quanto aos exames, não penses muito nisso. Acabar uma licenciatura um ano antes ou um ano depois é completamente irrelevante para a tua vida no geral. E se tens dúvidas em relação ao curso que estás a tirar, dá tempo ao tempo e a ti mesma, mas pondera seriamente a possibilidade de não ser o percurso que queres trilhar. Eu tirei um curso que me valeu de muito pouco até agora, na mesma faculdade que tu. Não sigas caminhos que não são os teus, pois acabarás em destinos que foram feitos para os outros.

Estou aqui se e quando quiseres. Estarei aqui na mesma se não quiseres.=)

És muito inteligente, perspicaz e profunda. Parece-me mais que suficiente para tomares as decisões acertadas. Espero que tudo corra pelo melhor.

Beijoca*

Alexandra disse...

Há muito tempo que visito o teu blogue, mas nunca o comentei por preguicite aguda :P. Hoje é um dia especial, porque quero encorajar-te nessa mudança... segue os teus sonhos...

Menina disse...

Acho que esta situação ia acabar por acontecer, as pessoas têm limites de paciência e o teu parece-me que já há muito tinha chegado ao fim..

Espero que tenhas calma, força nessa decisão e desejo-te boa sorte para esta fase linda..não tem sido fácil para ti, eu sei..mas espero que tudo se resolva pelo melhor! Quando quiseres falar, já sabes: tens o meu cantinho!

(claro que não me importo que não respondas ao desafio..quando os faço não estou a "obrigar" ninguém a fazê-los, só faz quem quer..)

beijinho*

Eva disse...

Desculpa por não ter link, não tenho blog. Não me leves a mal, eu sei que por vezes parece que estou a ser bruta, mas não é nada disso! Mil desculpas!

Uma coisa que te queria dizer é que tens razão neste post. Mas dá que pensar se as pessoas que pensamos gostam mesmo de nós depois de situações dessas como essa com o teu namorado.
Sabes que às vezes as pessoas têm tantos "amigos" que de verdade, acabam por não os ter. E é com muita pena que isso acontece à marioria das pessoas, porque quer digam quer não, a maioria das pessoas hoje em dia dá-se tudo por interesses, quer digam coisas bonitas ou feias, quer se demonstrem muito amiguinhas umas das outras ou não. A maioria é interesse, e isso vê-se na atitude dessas mesmas pessoas.
É só uma dica para te ajudar se quiseres à tua reflexão.
Já agora, só estou a dizer isto porque já estive em situação parecida com a tua, e quer te pareça muito estranho, tudo o que dizes parece-me muito familiar, e familiar ao ponto de não querer que mais pessoas sofram com o que eu sofri (o que neste caso serias tu).

Tem força para continuar, nunca desistas. Porque se desistires, podes nunca alcançar a felicidade. E se continuares em frente, tens sempre a esperança de a econtrar algum dia...

Andreia do Flautim disse...

Ai gaja, isso deve estar a ser difícil. Então qual foi a gota de água?

Espero que tudo se resolva!

Um abraço!

S.A. disse...

Ixe pa, está bonito isso está. Olha, se precisares de casa, sabes que tenho a minha á tua disposição. Agora está aqui o meu pai a passar uma semana também, mas segunda ele vai-se embora. Depois, alguma coisa que precises, olha é só dizeres. Camas, não faltam, ora, tens o sofá que dá para três, cama dos pais, e duas camas no meu quarto. Não desanimes, que fases más, são as que nos ajudam a perceber que há depois coisas boas.

(que giro, em relação ao video que tens, estou completamente viciada nessa música! Já á coisa de uma semana que não oiço outra coisa. Lool)

BEijinhos e força!

Joana disse...

que grande reviravolta que a tua vida tomou... mas sê paciente, não te esqueças que depois da tempestade vem a bonança. de certeza que o teu pai vai ser atencioso contigo, vai-te perceber e há-de fazer tudo para que te sintas bem. agora aproveita esse tempinho para pores a cabeça em ordem, para reflectires e decidires o que vais fazer da tua vida em relação ao curso mas, agarrando sempre força para estudar... poe na cabeça que precisas de fazer essas cadeiras e que disso depende o teu futuro.
beijinho grande e qqlr coisa, claro, estou aqui ok? ;)

ps: fui imitadora no outro post por colocar lá o vídeo, mas achei que seria por uma boa causa e q nao te importavas ehehehe ;)

Joana disse...

e quanto a ele, achas que vale realmente a pena? não será preferivel termos alguem que esteja realmente do nosso lado?

beijo grande e forçaaaaaaa ;D

Miklina xD disse...

:S Situaçao dificil :S

Mas tu cnsegues :D A vida e' assim msmo... Altos e Baixos...

'C. disse...

Tudo bem Eva, na boa :) Obrigada *

Make me PURE disse...

Para a frente é que é caminho. Só tens que levantar cabeça e pensar que ninguém te deita a baixo porque es melhor do que os outros todos. Chora e grita a vontade desde que isso faça ganhar mais forças para continuar a lutar por aquilo que queres ;)

Vida de Praia disse...

Coragem! Cortaste o mal pela raíz e tomaste decisões para a tua vida. Portanto apartir daqui a tua situação só pode vir a melhorar.

P.S.: Achei engraçado teres deixado a roupa para trás mas levado o pc ;-)