15 de fevereiro de 2010

' And All That Jazz XVIII / Eu até nem ligo muito ao Dia dos Namorados,


o dia de hoje foi mais um super-pretexto para passar um fim-de-semana prolongado com ele. (fim-de-semana prolongado que já vem desde 6ª dia 12 e vai até 3ª dia 16). é o que dá sermos os dois estudantes e termos esta coisa que se chama Férias de Carnaval... oh la la.

noite de 6ª para Sábado: o Bruno, quando lhe dá para não dormir, é pior que as criancinhas. é lixado! às 2h, já eu estava mais para lá do que para cá, completamente bêbada de sono.

"tou com fome, vai buscar bolo!!!!"
"nem penses, tá bué frio"
"vá láááá..."
"és tu que queres comer o bolo, porque é que eu tenho de ir buscar?"
(e a conversa continuou, até eu morrer, LOL)

às 5h19 da manhã, a Cláudia já tá a dormir, no seu 7º sono, visto que agora está habituada a ter aulas logo às 8 da matina, quase todos os dias da semana, até que o menino Bruno resolve acordá-la e vai outra dose

"não consigo dormiiir... vai lá buscar o bolooo..."
"não acredito que já passaram 3 horas e ainda não foste buscar o bolo"
"oh, tenho preguiçaaaa..."
"e eu, que estava a dormir?"
morri outra vez.

às 6h,

"Claudinha, vamos dar uma volta!"
"bem, tu tás mesmo com a pica toda!! são 6 da manhã, queres ir dar uma volta aonde?"
"uma volta..."
"onde?"
"uma volta.... vá lá, vamos dar uma volta..."
"ONDE?!"
"à cozinha"!
"sabes, se a tua sobrevivência estivesse ameaçada pela falta de alimento, já tinha sido extinguida. chama-se Selecção Natural" (blá blá blá, depois fiz um grande discurso sobre a Selecção Natural e falei em crianças, mas não me lembro do quê, estava a dormir)
"sabes o que é que as crianças podiam fazer? ir buscar-me bolo"

noite de Sábado para Domingo: a Nena e o Peter jantaram cá em casa, depois fizemos um jogo que consistia em beber shots de vodka puro/com sumo e contar os pontos, porque o meu copo dá umas luzinhas se o batermos com força contra a mesa, e o numero de luzinhas que ficassem acesas correspondia ao nº de pontos que cada um tinha. claro que isto não tinha nada a ver com a quantidade que se bebia, por exemplo o Peter e o Bruno beberam mais que eu (eu bebi 2 shots de vodka puro e os outros com sumo, eles beberam mais vodka puro), a Nena desistiu a meio, mas eu fiquei em primeiro, o copinho acendeu mais luzes para mim. já se sabe que a Cláudia de resistência ao álcool tem zero. mandámos os 4 uma garrafa abaixo, shot atrás de shot; inicialmente, estava na mesma. quando me levantei da mesa é que foi o ver se te vias. a mesa dobrou, literalmente. como se isso não bastasse, o Peter ainda se lembrou de fazer uma coisa para eu fumar. se já estava alegre, fiquei com a moca por cima. mas ainda estava numa boa, a fumar no sofá do meu closet, quando me levantei e.. ai ai. eu não costumo dizer isto mas: grande bebedeira que eu apanhei. mandei-me à cama e assim fiquei, se não fosse o Bruno a deitar-me tinha ficado ali. depois da fase da moleza, fiquei com a pica toda. só me ria, mesmo muito alto, não conseguia dormir, só dizia coisas estúpidas. depois, morri. (agora porque ele me pediu para escrever isto aqui: tenho um namorado fantástico, em vez de se aproveitar de mim, disse para eu dormir).

para esta noite, estamos a planear fazer uma directa. ainda temos uma garrafa de ponche na cozinha, mas uma noite chegou.

hoje foi noite de cinema, eu que raramente vou por razões - para variar - financeiras. mas há imenso tempo que não metia os pés numa sala de cinema, com o maior pacote de pipocas no colo, e além disso queria ver o Avatar, já que toda a gente anda a falar mil maravilhas do filme. fiquei de pé atrás por pagar mais 3 euros por uns óculos de plástico, mas foram os 7 euros mais que bem gastos. Avatar, um filme que eu não estava à espera de gostar - geralmente não gosto de filmes que tenham muita acção e ficção, prefiro coisas mais calmas e reais, com indivíduos que não sejam azuis com uma cauda - mas tenho de admitir que o Avatar foi um dos filmes mais perfeitos que alguma vez vi. Estive as 3 horas quase na mesma posição, de boca aberta, momentos em que sustive a respiração... wow. perfeito mesmo. altamente recomendado. (mas não ao ponto de cometer suicídio, como já diz que tem acontecido.. lol).







este fim-de-semana dos namorados também serviu de pretexto para eu andar a roubar corações autocolantes que agora colaram nos vidros dos autocarros da carris, porque achei queridas as mensagens. colei o "Verdadeiro Amor em Movimento" numa parede do meu quarto e agora vou coleccionar assinaturas... pessoas que estão, literalmente, dentro do meu coração :) [também roubei - acho que não se pode considerar roubo - um que dizia "Vim a viagem toda a pensar em ti", "Gosto de te ter por perto" e um cartão mais cliché, "és o amor da minha vida").



Sobre esta semana, não há muito a dizer: início das aulas, novas cadeiras, muito stress, já com 10 trabalhos para fazer até ao fim do semestre, fora os que estão para vir, jantar com pessoal em minha casa, o tal jogo com o meu copinho de shots que dá luzinhas e que já estávamos para fazer há muito, com Bruno, Nena, Peter e afins, (aulas e ensaios para e) espectáculo de dança no Sábado, treinar condução todos os dias/noites, fim-de-semana prolongado com Bruno, aproveitar os bilhetes de cinema que a Zon me ofereceu. Amanhã vou dar sangue, finalmente tenho um namorado que não tem medo de agulhas nem de sangue! ahah. sobre o espectáculo de dança faço um posting aparte.

Muaah @

8 comentários:

B! disse...

Já tinha visto esses corações nos autocarros e achei piada =)

beijinhos

Anónimo disse...

ah ja percebi a sms LOL mas tens a certeza? e qe ainda te arrependes e nem sabes xD

porqe é qe na me admirem muito com a ultima frase do posting ?
= D

Menina disse...

Eu não gosto muito do dia, mas reconheço que há coisas bem giras e fofinhas ;) e gosto de corações lol (mesmo sem ser neste dia)

beijinho*

Olhos Dourados disse...

Correu bem, então!

És mais uma das minhas, também amei o Avatar!

Ni disse...

Fim de semana muito animado :P

♥ Beijinho ♥

Maria Nena Freitas disse...

eu adoro esta do meu irmão Claudinha, vamos dar uma volta!"
"bem, tu tás mesmo com a pica toda!! são 6 da manhã, queres ir dar uma volta aonde?"
"uma volta..."
"onde?"
"uma volta.... vá lá, vamos dar uma volta..."
"ONDE?!"
"à cozinha"!
"sabes, se a tua sobrevivência estivesse ameaçada pela falta de alimento, já tinha sido extinguida. chama-se Selecção Natural" (blá blá blá, depois fiz um grande discurso sobre a Selecção Natural e falei em crianças, mas não me lembro do quê, estava a dormir)
"sabes o que é que as crianças podiam fazer? ir buscar-me bolo"



é mesmo dele. É como perguntar se queres chocolate ou bolahas quando só a uma no pacote e depois dizer "foste tu que acabas.te, vai por ao lixo"

Maria Nena Freitas disse...

pa e parecendo que nao, foi um fim-de-semana fixe e rapido. nem me deu tempo pa escrever no blog.

eu já tou a sacar o Sherlock Homes que a menina não quis ir ver e ando a procura do 9 que a menina também não quis ir ver.

Alex Page disse...

Gostei da conversa sobre o bolo XD
E já assinei nesse coração :) hehe

o avatar ainda não vi... mas se tu gostaste acho mesmo que vou ter que ver... e olha... tenho aqui uma caixinha de Rochers guardada para comer-mos os dois :P