12 de fevereiro de 2011

' "A Confiança é mais importante que a monogamia."


Acredito em poligamia. Acredito que o ser humano não foi concebido para estar só com uma pessoa. Que isso são ideias puramente construídas pela sociedade. (os gregos é que sabiam bem, eheh). Mas porque raio havemos nós de lutar contra a nossa NATUREZA e biologia???

Acredito, sim, em relações abertas. Acho saudável, acho sinal de confiança e de maturidade, e acho uma boa forma de prevenir mentiras e traições, uma forma de "pular a cerca" de forma consentida mutuamente, e assim de reacender a paixão, a chama! Para quê ficar o tempo todo com uma só pessoa, e desejar outras, e querer outras, querer muito, e não poder fazer nada porque é "traição"? Porquê não abrir logo o jogo, pôr as cartas na mesa, dizer o que se quer na realidade? Por mais que me digam que elas estão logo "condenadas desde o início", ninguém me tira a vontade de experimentar. Aliás, quanto mais me dizem que não funciona mais vontade eu tenho de tentar para ver. Se correr mal, pelo menos posso dizer que já o fiz e não porque outras pessoas dizem/acham. Sempre quis experimentar estar numa relação aberta, e sempre o partilhei com todos os meus namorados, mas sempre diziam que não ou torciam o nariz, ou não se interessavam muito - estranho, achei que "ter" 2 raparigas seria o sonho de qualquer gajo. Finalmente encontrei alguém que também quer experimentar e que acha que seria divertido e, simultaneamente, uma relação mais verdadeira e sincera do que as "convencionais".

Estou - estamos - numa fase relacional muito boa para apostar nisso. Já construímos a confiança, a cumplicidade, a sinceridade, o amor necessário, já estamos estáveis e sólidos para avançar para esse tipo de coisas: algo que desde que me lembro (desde que comecei a namorar) quis fazer!
Essa relação aberta seria a três e seria com outra rapariga.

São mais as vezes que "fantasio" (imagino, vá) com coisas que podemos fazer a três - e não me refiro só ao sexo, mas claro que isso iria ser fantástico, tenho uma exibicionista e uma voyer e uma bi-curiosa dentro de mim, ahah - do que com outras fantasias "a dois" que tenho.

No entanto, esta relação teria que ter algumas regras. 1 - não quero concorrência directa, por isso ela tinha que estar ao mesmo nível que eu em termos físicos e psicológicos; 2 - ela teria sempre de ter consciência que iríamos partilhar muito com ela, mas ela ía ser sempre a "3ª pessoa", uma pessoa "de fora", a "relação original" é minha e do Bruno; 3 - não podia haver crises de ciúmes! tentaríamos estar os três ao mesmo tempo o máximo de tempo possível, mas também podíamos estar "2 a 2" (eu e ela, eu e ele, ele e ela), sem que a 3ª pessoa fizesse cenas desnecessárias...

Ia AMAR ter uma experiência do género... o pior é que NÃO ENCONTRAMOS NINGUÉM!

Não queria nada ter de recorrer à net para encontrar alguém assim à toa que não conhecesse de lado nenhum... mas também não convinha que fosse amiga de amigos, ou alguém que conhecessemos pessoas em comum, caso as coisas dessem para o torto, ia haver falatório desnecessário. Além disso, sou muito picky, em termos físicos; como me acho gira e até "boa", é difícil achar alguém ao mesmo nível que eu (seriously,isto é muito convencido, mas é assim que penso!!)... também preferia que ela fosse loira, que não fosse muito magra, que tivesse determinados atributos físicos, e tinha de ter uma mente aberta, e ser bisexual, e ter um mínimo de inteligência e de maturidade (não quero pitas burras, lol), e isto, e aquilo... o que complica muito a coisa. tenho de cortar em alguns critérios, senão nunca mais!

I SO WANT THIS!!!!!!! O meu coração é grande mais, cabem 2 pessoas, sim, consigo gostar de 2 pessoas ao mesmo tempo... dizem que não, mas é possível.

8 comentários:

Tilida5ever Design-Rosinha disse...

Complicado esse tema...

Lane Ferreira disse...

Adimiro tua maturidade em assumir isso!!

Eu já não conseguiria estar numa relação assim simplismente pq sou muito ciumenta. E apesar de axar como tu, uma gaja mais sexy que um gajo não sinto atração, mas pronto são gostos!!E não teria um caso com uma gaja. hehehe

bjinhos!

→ Calipso disse...

Niceeeeeeeeee

→ Calipso disse...

Mas nao me importava de ser a 3ª pessoa :p

→ Calipso disse...

((e gosto bue da tua confianca *.* mulheres confiantes sao sexys!))

Anónimo disse...

Queres apaixonar-te por alguém ou queres um objecto sexual? É que, pelo teu texto, o que tu queres não é uma relação a três, mas sim alguém que esteja quase que ao teu comando, cumpra os teus requisitos e realize as tuas fantasias. E, Cláudia, poliamor não é isso. Há diferenças claras entre poliamor, fantasias e relações abertas. E se, numa relação aberta ou numa relação poliamorosa, tu estás com outra pessoa, o teu namorado não tem necessariamente de estar. Afinal de contas, como garantir que se interessam pela mesma pessoa? O poliamor presume, como a palavra indica, amor.

Desculpa o deambular, mas o teu texto pareceu-me confuso e estou demasiado dentro deste tema para não comentar.

' Claudjinha disse...

Anónimo -> o melhor seria apaixonar-me por alguém, por quem o meu namorado tb estivesse apaixonado, e eles os dois, e eu e ela, e tudo entre três. no entanto, sei que isso é quase impossível (a frase de "o meu coração é mt grande" era meio a brincar). Isto é mais uma fantasia, ao início só sexualmente, depois mais tarde, se desse, uma relação aberta, uma espécie de "fuck buddy". Sei que está um pouco confuso, mas a cena é que eu não estou por dentro do assunto. nunca tive experiências assim, ainda não sei bem de muitas coisas...

fizeste bem em comentar. se estás dentro do assunto sempre podes ajudar-me a esclarecer as coisas que ainda não sei bem...

Pedro disse...

sobre isso ja tens um comment no facebook mandei te uma msg