14 de março de 2011

' O que é que aconteceu às Pussycat Dolls...

Confesso, nunca gostei muito delas. Músicas como "dont'cha" é daquele tipo de música que me entra no ouvido, mas que não me convence muito.

Por isso, não gostava nada delas. Eram demasiado sluts para mim.

No outro dia, vi um documentário sobre as Pussycat Dolls originais, fundadas pela Robin Antin. Não tinham absolutamente nada a ver com o que é hoje. Não fazia ideia!! Afinal, elas eram um pequeno, local (e desconhecido) grupo de burlesque. Não cantavam pimba americano, simplesmente faziam actuações burlesque e contaram com a participação de estrelas como a Carmen Electra, a Christina Aguilera... :D

e elas passaram disto - um grupo burlesque, de dançarinas vestidas à pin-up e cantoras convidadas que actuavam numa espécie de cabaret  (The Viper Room)


a isto - um grupo pop, suupeeeer pop, way toooo much pop, comum e vulgar



ou seja, my point is: onde estão as meias de liga? onde estão os corpetes? onde está o pin-up?  onde estão as meninas com dois totós no cabelo, tipo menina-inocente-mas-marota (tão típico de pin-up)? onde está o burlesque? onde está aquela sensualidade inerente, que falava por si só, que não era preciso dizer explicitamente "não gostavas que a tua namorada fosse tão sexy como eu?" ???
depois a fundadora, Robin Antin, sempre com aquela visão do burlesque, criou uma linha de roupa pin-up, etc... mas o que importa aqui reter é que a Robin vendeu o grupo de bailarinas que ela tinha, transformou numa coisa completamente diferente, em troca de fama e dinheiro (muito dinheiro, claro). nem o grupo original ela manteve, depois entrou aquela Nicole não sei das quantas e pronto... vulgaridade por todos os lados.

acho que, por vezes, é preferível manter-se "pequeno" e no anonimato, como elas eram originalmente, mas ser uma coisa BOA e manter-se fiel à ideia original, do que se tornar super conhecido e famoso, mas não ser minimamente fiel à ideia original.

para mim, foi uma péssima mudança. não gosto delas. mas se continuassem a ser um grupo burlesque, ia adoraaaar.

Muaah @

5 comentários:

→ Calipso disse...

Eu por acaso sabia, mas confesso qe gosto bastante de PCD

Ricardo disse...

as "pusses" já "merreram".
A Nicole queria muito protagonismo e então houve imensas catfights (tinha que usar esta xD) até durante concertos e tudo. separaram-se por duas vezes já. uma em 2005 "provisoriamente" mas voltaram porque a nicole fez o maior flop da historia com o cd "her name is nicole" que não chegou às prateleiras. quando ao grupo burlesque... segundo sei nunca chegou a ser realmente extinto, pode ser que agora como já a banda foi extinta, voltem a reactivar esse grupo. se bem que não me parece. e eu só gostava duma coisa nas pusses, ao menos eram sluts e não tinham cá medo em dier que eram (daí eu as classificar lá num post meu como sltuband)

Di disse...

Elas queriam que o público se identificasse... Mais ao estilo briteny + beyonce.
Mas não podia concordar mais contigo, não era muito mais interessante quando faziam danças ao estilo burlesque e se vestiam tipo pin-ups? God! Ainda bem que ainda há umas quantas mulheres que não deixam esse estilo morrer!!

Alex Page disse...

não sabias que elas tinham esse passado? wow! pensei que soubesses.. então quando eu soube que a Christina Aguilera tinha lá estado morri!!! Era posters por todo o lado no meu quarto da Christina a cantar com elas xD

concordo contigo... mais valia terem ficado onde estavam... não gosto nada dessa Nicole e as músicas tbm nunca foram nada de especial. qqr uma cantora pop poderia ter cantado algo como "I Hate This Part" e "When I Grow Up".

Botas disse...

Continuo a não achar piada a elas.

<3