12 de fevereiro de 2009

' Povo Enjoadinho.

No outro dia estava no restaurante com o meu pai e comecei a reparar na cara dos empregados (não sei porquê xD ) e reparei... que estavam todos com um ar horrivelmente chateado, stressado e cansado. nem um sorriso. nem uma piadinha entre eles. um estava arrumar umas mesas com um ar desolado. outro, a ver as notícias da Sic Notícias e com um ar ainda mais desolado. outro, a mexer na máquina registradora com ar de quem pensa 'isto está muito mau'. depois olhei para o meu pai, que estava com cara de enterro. e depois reparei que EU estava com cara de quem estava a pensar 'estou tão cansada'.

'Estou tão cansada', algo que todos nós repetimos vezes sem conta todos os dias. Mas a questão aqui é: cansados de quê? cansados fisicamente? de acordar cedo, deitar tarde, dormir pouco, trabalhar/estudar/ter aulas o dia todo? ou cansados de alma? cansados da vida? cansados de tudo !! eu acredito na ultima hipótese... ESTAMOS SEMPRE CANSADOS DE TUDO !! depois pus-me a pensar.. e é assim em todos os lados ! no metro, nos autocarros, nos cafés... está toda a gente com cara de quem espera que o mundo acabe amanhã ! e eu pergunto-me, porquê? porque é que nós somos um povo tão triste? tão amuado? tão cansado? tão saudosista? tão melancólico e nostálgico.. até nas novelas se vê... vejam uma novela brasileira e é só pessoas alegres (e eles sim, têm razão de queixa dado que são um país de 3º mundo), independentemente do drama.. há uma cena de drama e logo a seguir há uma cena de samba :P .. e vejam uma novela portuguesa.. é a chorar e a suspirar e a lamentar do início ao fim.. mas porque passamos a vida a lamentar-nos? ora da crise, ora dos preços a aumentar e dos salários a baixar, ora do trânsito, ora da fila, ora da gripe, ora do frio, ora do calor... mas porque é que nunca havemos de estar bem? assustei-me, a sério.. e pior, percebi que eu própria estava a ser contagiada com isso... não me lamento da crise, mas lamento-me do frio e todos os dias digo 'estou tão cansada' e lamento imenso de ter de chegar a casa às 22h e ainda ter de fazer N coisas... não, não estou cansada fisicamente, mas digo à mesma que estou cansada, porque já faz parte do nosso vocabulário actual e diário.. e fiquei mesmo perplexa... como é possível...

eu acho que é por descrença... porque deixámos de acreditar que as coisas vão melhor, somos conformistas e resignamo-nos à vidinha que temos... nessa mesma noite, não sei porquê, um amigo mandou-me uma mensagem a perguntar quais eram os meus sonhos. eu disse que eram mais que muitos, muitos mesmo, mas fiz uma lista dos principais:

- ter uma carreira artística no mundo do espectáculo (música, representação, moda, dança...) e ser reconhecida por isso (fama)
- passar a vida a viajar
- ser rica
- ser a mulher mais linda do mundo a seguir à Angelina Jolie :P
- escrever muitos livros
- ser mãe solteira de uma menina/rapariga e educá-la igual a mim (tipo mini-eu) xD
- criar algo que nunca ninguém tenha criado (ser pioneira em algo)
- ser feliz
- não morrer sem nunca ter tentado tudo o que está em cima, mesmo que não conseguisse
(basicamente deixar a minha marca no Mundo e não morrer com a sensação que vivi à toa)

e depois acabei a mensagem com 'digamos que se conseguisse fazer isto tudo em vida, morria felicíssima'.

e sabem o que é que ele respondeu? 'desses todos só dois são possiveís'. como quem diz 'isso é tudo impossível'. eu fiquei perplexa. impossível porquê?? insisti em perceber a maneira dele pensar... as respostas foram desde 'em portugal não se faz nada' ao 'sonhar é melhor ser a dormir'. e ENTÃO EU PERCEBI...

...que a maioria das pessoas queixa-se, lamenta-se, anda cansada, saem de casa para ir trabalhar/ir para as aulas e logo a seguir enfiam-se em casa, não convivem umas com as outras, andam semanas sem esboçar um sorriso e andam todas com cara de enterro, porque... DEIXARAM DE ACREDITAR NOS SEUS PRÓPRIOS SONHOS. são péssimistas ! queixam-se por tudo e por nada.

Antes de começar a cadeira de Estatística, na aula de apresentação, já uma colega minha (sim Eva, esta é para ti e eu sei que estás a ler isto :P ) estava a torcer o nariz e a queixar-se que era horrível e para eu 'me preparar'. Preparar, eu? não tenho que me preparar para nada. vou dar o meu melhor e pronto. se não conseguir, não consegui; se achar horrível, azar; agora não vou é andar o semestre todo a queixar-me e a lamentar-me e com medo de uma cadeirinha em 30 e tal que tenho numa só Licenciatura.

nessa noite decidi que não me queria tornar numa dessas pessoas pessimistas... por isso é que tento nunca ficar com aquela cara de enjoadinha que toda a gente anda praí... e também vou reduzir o nº de posts que faço a lamentar a minha própria vida.. se tenho razões para me queixar? diria que sim ! ... continuo à espera de ir para minha casa, acabei com o meu namorado, detesto o meu curso, saio de casa às 9h e chego às 23h, sou estudante e dona-de-casa a tempo inteiro e não tenho tempo para nada, apanho grandes secas durante o dia, quase não tenho uma refeição sossegada em casa, não ponho os olhos na TV há anos-luz e nem nos fins-de-semana tenho tido sossego ! mas vou deixar de me queixar disso, bem como de outras coisas que detesto na minha vida, que eu preferia que fossem de outra maneira. porque lamentar-me não vai fazer com que elas mudem. sorrio para as pessoas, sorrio perante os problemas e os obstáculos, e é muito melhor, para nós, para as outras pessoas, para ultrapassar aquilo que 'corre mal' :D

Muaah @

15 comentários:

xanata disse...

Eu acho que quando tamos mal, temos apenas uma opçao a fazer: mudarmo-nos! nao adianta "cansarmo-nos" a lamentarmo-nos mas continuarmos sempre na mesma..

é tao simples... mudamo-nos e quando nao tem remedio! remediado ta!!:P

Rodrigo disse...

Pois...Nem sei muito bem o que dizer porque eu próprio passo a vida cansado, não me queixo, porque sempre achei que não tenho que chatear ninguém com os meus problemas, por isso muitas das vezes guardo o cansaço para mim. Ainda assim também me considero uma das pessoas que está cansada o tempo inteiro, e não sou nada positivista (por exemplo, agora estou de férias mas o meu pensamento mais comum é "daqui a 3 semanas volto para a faculdade...e vou chumbar a mais uma carrada de cadeiras")...enfim, se calhar a culpa nem é nossa, o pensamento negativo e o cansaço esta nos genes desta nova geração xD culpa do mundo que nunca para!

Sydney disse...

Eu n disse k era horrivel lol.. é simplesmente trabalhoso :p bjs =)**

Make me PURE disse...

Sim tens toda a razao mas há dias em que não vale a pena sonhar com nada e andar com os pes bem assentes na terra, senão andamos ai a levitar... Sim, sonho muito mas é para mim, e passo mais tempo a sonhar do que a estudar como devia de ser mas pronto! lol
Talvez um dia...
Eu fiz uma tabela, com os sonhos possiveis de concretizar agora, os que posso concretizar a longo prazo e os impossiveis e agora estou empenhada nos a de curto prazo ;)
beijinhos

Andreia do Flautim disse...

Claro que toda a gente se queixa, toda a gente quer coisas melhores, ninguém se resigna ao que tem, todos aspiram chegar a outro lugar!
Temos de ser é positivos. Eu por acaso só tenho visto as pessoas desanimadas na tv, aqui onde vivo é claro que também há pessoas em dificuldades, mas tenho a sorte de ver pessoas bem dispostas no meu dia-a-dia!

Maria disse...

Isso é tipico de todos nós.. Estamos sempre a queixarmo-nos de tudo e mais alguma coisa... Mas, há tanta gente pior do que nós e que não se lamenta tanto.....

um beijinho.

Verinha disse...

Oi,
As pessoas queixam-se pk quanto mais têm mais querem ter. E em vez de lutarem esperam que lhes caia do céu!
Eu não peço que me saia o euro milhões, eu peço é um bom ordenado, e pra mim com 1.000€ fazia a festa lol
Só o facto de os brasileiros terem o samba e portugal ter o fado, diz tudo!
Eu acho que faz bem sonhar, mas com um pé no chão! lool
Bjks***

caditonuno disse...

eu digo que sou pessimista, mas as pessoas que privam comigo (bonita esta parte, nao?) dizem que sou optimista.

mas que a crise anda por aí, lá isso anda, prova disso sao os estados de espírito dos empregados do restaurante.

Shakti disse...

Há dias e dias...nem sempre nos queixamos ...mas temos que ter em conta que somos um pouco "queixinhas"-lol

bj

B! disse...

Eu estou cansada de não poder fazer todas aquelas coisas que gosto ou gostaria de fazer. As pessoas nunca vivem satisfeitas com o que têm e esquecem-se que há seres humanos com muito menos posses mas muito mais alegria e força de viver. Diguemos que é o comodismo, o "deixa andar" e a rotina que nos deixam com aquela sensação de vazio...

Eu não sei, mas já me senti "cansada" por coisas tão estúpidas! Cheguei à conclusão que me sinto permanente cansada,mas na alma.E quando tudo se resolve sinto-me novamente feliz e penso " E eu ainda me chateava com aquilo!"

Enfim, preciosismos...

B! disse...

PS: 9 mil comentários?? xD É muita fruta !! Sonhar nunca é demais não é?!

Maria Albertina disse...

Gosto de teres decidido lamentares-te menos, da "vidinha", das caras enjoadinhas dos outros, de não te permitires a ti própria "aquela cara de enjoadinha".

Gosto da tua intenção de sorrires às pessoas e à vida. Poucos propósitos são mais nobres.

Gosto dos teus sonhos. E quem disse que não são realizáveis?...

Houve no entanto uma frase que me prendeu a atenção. Qquando dizes que tens razões para te queixar. Quando dizes "detesto o meu curso".
E eu digo-te, muito seriamente, apesar de não te conhecer nem tu a mim, isto vale o que vale: se não gostas do curso em que estás inscrita, se sentes que há uma vocação em ti em que acreditas com todo o teu ser, se sentes que estás a perder tempo a decorar umas tretas que não te dizem nada, que não te fazem vibrar, que são um calvário qualquer que tens de suportar por que obscura razão, ouve, desiste desse curso. A sério.
Procura outros cursos, investiga o que te interessa, o que é realizável dentro daquilo que tu queres para ti, dentro daquilo que tu queres que seja a tua vida. A vida é tua.
Não percas tempo com aquilo em que não acreditas. A vida, sei do que falo por experiência própria, não espera por nós. E essas caras de enjôo, esses rostos de desânimo que vês por aí, tantos e tantos à tua volta, são de gente que deixou de acreditar em si. Gente que, em momentos decisivos, optou pelo caminho errado e agora não tem coragem de voltar atrás e recomeçar tudo do zero. E retomar o caminho em que acreditam. Quando tiveram de tomar essa decisão optaram por deixar tudo (a "vidinha") como está, mal e tudo. Por cobardia. Mas a alma vai-lhes morrendo. E queixam-se. Claro.

Força, luta por aquilo em que acreditas. A vida não espera por nós.

Sininho disse...

Eu acho que a vida é mesmo assim. Não ando sempre toda contente aos pulinhos, nem sempre triste de meter dó.
Prefiro guardar muitas coisas para mim própria, engolir o meu próprio desânimo durante um tempo e depois "renascer"... tenho altos e baixos como toda a gente, mas não gosto de contagiar ninguém com a minha tristeza. Até porque "vou abaixo" e nem sei porquê concretamente. É todo um conjunto de situações que se acumulam e me deixam esgotada.
O melhor nessas alturas é pensar que o mundo não pára e isto é apenas uma crise passageira. :D

Menina disse...

Acho que todos temos os nossos momentos, e não se pode andar sempre feliz (nem seria normal..), mas claro que andar sempre triste e com má cara é péssimo e não resolve grande nada de nada!

Eu claro que tenho sonhos, e espero concretizar alguns deles..mas também sei por experiência própria que sonhar alto de mais não é muito bom. Aprendi a sonhar, mas ao mesmo tempo com os pés ligeiramente acentes na terra..cada pessoa encontra os seus próprios mecanismos para tentar ser feliz.

beijo*

Luisinha disse...

ora aqui vai pela 2ª vez :P
desde ja digo te que gostei muito do que li. é verdade sim senhora, este povinho é mesmo assim, um tanto ou pouco apático.. mas será por estarmos na cauda da Europa? penso que não, poruqe a realidade é que temos a melhor de todas as posições geogáficas: estamos abertos para um oceano que só nos pode levar a lugares por desbravar. seremos então pequenos? seremos?!?!? bem, de facto somos um pouco e centramo-nos nessa "pequenez" com uma obcessão incrível, mas ao mesmo tempo estamos estamos bem preocupados com tudo o que se passa À nossa volta, mais até do que o que temos neste cantinho junto ao mar ( diríamos, não sabemos nós quando um americano espirra quando eles pensam que Portugal ou é uma província de Espanha ou interrogam-nos se somos de Portland??)
pois é, é o nosso destino, ou diria melhor, o nosso Fado.

mas há que contrariar estes estigmas...por isso nada melhor do que começar de forma individual, como te propões fazer.. Escreve sobre pensamentos bons, sem lamentações, pois se o dia foi cansativo e estiveste (como boa portuguesa que és) com um ar meio xoxinho..então, que a escrita te faça sobrevoar todos os teus sonhos!! mts beijinhos