20 de setembro de 2009

' Às vezes apetecia-me

ter um namorado. daqueles que não dão problemas. daqueles fieis. daqueles dedicados.

e não, não estou a pedir muito. eu dou o mesmo, ou mais, em troca. My heart is full and my door is always opened, já dizia a música "She Will Be Loved". eu, quando gosto, dedico-me, com D grande. dedico-me mas sem controlar nem tirar liberdade. e posso ter todos os defeitos do mundo, mas de falta de atenção e dedicação ninguém me pode acusar, nem sequer de sufoco (não gosto que me sufoquem a mim, não sufoco ninguém. é uma questao de fazer as coisas com conta, peso e medida). isto quando gosto realmente da pessoa.

e portanto, apetecia-me ter um namorado assim: dedicado. podia ser moreno, ruivo, loiro, baixo, alto, gordo, magro, giro, feio. só precisava que alguém se dedicasse a mim, como eu me dedicaria: de alma e coração. (só para não me dizerem que sou muito exigente nem me perguntarem onde é o meu caixote do lixo). já nem estou a ser exigente quanto a aspecto físico, nem altura (sim, que tenho esta manioa que tem que ser mais alto que eu), nem personalidade, nem inteligência, nem sentido de humor, nem gostos musicais...

E sim, adoro a minha liberdade. e conheço pessoas que estão com alguém e dizem-me "eu agora podia estar a dançar com alguém, mas não posso, porque tenho namorado e se alguém me convidar eu tenho de dizer 'desculpa, não posso, tenho namorado'". E nessas alturas dou graças a deus por já não ter de dizer 'desculpa, mas tenho namorado' - como não foram poucas as vezes que tive de o fazer. sim, na maioria das vezes adoro responder que 'não' à pergunta 'tens namorado?'. porque é mesmo embaraçoso dizer 'ahh.. sabes... tenho namorado'.

Mas, e o resto? e ter uma sms de bom dia? e uma sms de boa noite? e desejo de bons sonhos? e ter alguém com quem ir ter, depois do trabalho, depois das aulas? e ter alguém com quem conversar? com quem ir à praia no fim-de-semana? com quem ir jantar fora? com quem ter sexo gratuito e ilimitado? e os beijos, e as carícias? e os miminhos? e o à-vontade? e o dormir em casa um do outro? e o dormir agarradinhos?

há coisas que não se pode fazer com amigos, nem com amigos coloridos, porque envolvem sentimentos. há coisas que só dá para fazer com uma pessoa, Aquela pessoa, A pessoa. o amor da nossa vida durante uns tempos.

às vezes sinto-me mesmo muito sozinha e só me apetecia ter... um namorado dedicado a quem pudesse ligar e que tivesse paciência para me ouvir.

é como a música:

Heartbreaks and promises, I’ve had more than my share


I’m tired of giving my love and getting nowhere, nowhere


What I need is somebody who really cares


I really need a lover, a lover who wants to be there


It’s been so long since I touched a wanting hand


I can’t put my love on the line, that I hope you’ll understand


(...)


I’m tired of getting caught up in those one night affairs


What I really need is somebody who will always be there


Don’t you promise me the world, all that I’ve already heard


This time around for me baby, actions speak louder than words



So if you’re looking for devotion, talk to me


Come with your heart in your hands


Because me love is guaranteed


nowadays, can't seem to get it.

aqui há uns tempos no eléctrico 15 em lisboa, sentei-me à frente de um casal de velhinhos. estavam os dois de mão dada e eu achei super amoroso. e lembro-me de pensar "quando for assim velhinha e tiver 80 anos, quero alguém que ande no eléctrico de mão dada comigo". TÃO QUERIDOSSSSSS .

confesso que tenho um complexo com os namoros. até mesmo quando estou apaixonada, fico sempre de pé atrás. não gosto de compromissos. não gosto de me sentir presa. mas hoje estava a ver o Dirty Dancing na Sic, meio constipada, só me apetecia ter um Johny para me trazer um cházinho à cama :P
mas eu também não ando à procura de namorados. se acontecer, aconteceu. há-de acontecer. por isso, enquanto não encontrar a pessoa certa, vou-me divertindo com as erradas.

Muaah @

e este fim-de-semana aconteceram coisas tão boasss... quer dizer, fim-de-semana em si não aconteceu nada! foi fim-de-semana de casa do pai... ou seja... seca total... é longe como tudo e por isso não há a tentação de ir sair, o que até é bom, sabe mesmo bem ficar dois dias a dormir, a ler o livro de código e a ver filmes no videoclube da Meo. mas fazendo rewind, mais precisamente 6ª à noite e pela madrugada fora, coisas boassss.... fantásticassss... maravilhosasssss.... como uma saída à noite que há muito não tinha... (a música 'when love takes over' na disco fica ainda mais perfeita que na rádio! WOW. era só a voz da Kelly Rowland e era massas de gente a mover-se para a pista de dança)... companhia perfeita... reencontro inesperado e maravilhosooo e que passou demasiado rápido... comer massa com carne picada e ketchup em casa da C. às 6h... não sei se aquilo era jantar ou pequeno-almoço, enfim... ir dormir às 7h... (correcção: ir dormir não. adormecer onde calhou deitar-me)... acordar às 9h pra ir à aula de código.. (custou! na prática só me consegui levantar às 10h, mas fiquei com 8 aulas despachadas numa só semana e já posso começar a fazer condução ihih)... enfim, vou continuar a pensar na coisa mirambulástica que aconteceu, que FINALMENTE aconteceu, que eu já estava há MESES à espera que acontecesse... (suspiro, sorriso, nas nuvens) :)

8 comentários:

B! disse...

Comigo é a mesma coisa, também não ando desesperada à procura de namorado se bem que às vezes sinto a necessidade de ter alguém... Mas como tu dizes, há mais vida e pessoas para além disso e enquanto não acontecer vai-se andando xD

beijinhos

Menina disse...

Sim, é bastante bom isso tudo..o problema é que as coisas não são sempre simples (então comigo, parece que nunca são)..e quando se gosta mesmo da pessoa e surgem problemas (neste caso de saúde) com a pessoa que tanto gostamos é sinónimo de preocupação constante. Continuo a gostar de tudo o resto, mas há uma outra face do "ter um namorado" que pode não ser muito fácil..

E pela última parte do post, parece que já aconteceu mesmo algo de bom :) ainda bem!

BEIJOCA*

Maria disse...

Podia ter sido eu a escrever isto. Está bem que é óptimo nõ ter compromisso nenhum.. Podermos ir onde quisermos sem pensar no outro.

Mas mesmo assim, não sei se compensa estar assim. Ás vezes faz tanta falta ter alguém a nosso lado..!

Beijinho.

Olhos Dourados disse...

Sabes, uma pessoa que tem namorado pode dançar com outras, qual é o mal? Eu danço! Penso que uma coisa não tem nada a ver com outra;)

Maria Nena Freitas disse...

que coisa é que aconteceu diz lá???

pa... a musica pa mim faz tanto sentido... eu tenho tantas saudades de estar apaixonada, farto-me de comentar isso com o Peter. mas ser mais um amor pa partir o coração?????

Tb tenho saudades e mts vontade do "e ter uma sms de bom dia? e uma sms de boa noite? e desejo de bons sonhos? e ter alguém com quem ir ter, depois do trabalho, depois das aulas? e ter alguém com quem conversar? com quem ir à praia no fim-de-semana? com quem ir jantar fora? com quem ter sexo gratuito e ilimitado? e os beijos, e as carícias? e os miminhos? e o à-vontade? e o dormir em casa um do outro? e o dormir agarradinho?" mas as vezes nem com namorado isso funciona.

Ikha... se virares lesbica, avisa q eu tb viro e assim preenchemos as necessidades de atenção/ dedicação de cada uma xD (brincadeira... )

Anónimo disse...

fica a minha opinião: Se dizes não gostar da "prisão que um namoro é", não podes reclamar a ausência das coisas boas de um namoro.

Quando dizes "não quero dançar", é porque pensas que vai acontecer algo mais que essa dança? não, então porque é que não danças e te divertes, mesmo a namorar?
O namoro não é uma prisão, mas sim, uma fonte de sinceridade e de bem estar!
Se queres diversão sem compromisso, não lamentes a ausencia de "ter uma sms de bom dia, uma sms de boa noite, desejos de bons sonhos, ter alguém com quem ir ter, depois do trabalho, depois das aulas, ter alguém com quem conversar, com quem ir à praia no fim-de-semana, com quem ir jantar fora, com quem ter sexo gratuito e ilimitado, e os beijos, ecarícias, os miminhos, o à-vontade, o dormir em casa um do outro, e o dormir agarradinhos?"

Diverte-te, a namorar ou não, ( a assobiar com os dedos ou não ;) ) é o teu bem estar que importa! \m/
:)

Anónimo disse...

Ola claudia, depois de ler o teu post fiquei a pensar que estamos a procura da mesma coisa, e eu preencho as especificaçoes de relaçao que andas a procura!posso candidatar-me?

A.

Renato disse...

Quem não gostava de ter uma namorada/namorado assim, mas quando li este post a única palavra que me foi à cabeça foi...


Utopia

simplesmente