4 de setembro de 2009

' I'm a Working Girl Now II - / E chegou ao fim

o meu primeiro trabalho.....

Uff. tenho tanto para escrever. preparem-se, daqui vai sair um daqueles meus testamentos. DAQUELES SÓ MEUS, SABEM? daqueles, como a Morce diz, de 50 metros. bom, já que tenho a fama ao menos vou tirar o proveito xD mas atenção... quem não tiver lido (nem que seja o primeiro e o último parágrafo) deste post, não vai perceber nada do presente.

passaram 6 SEMANAS. e passaram nem eu dei por ela... 6 semanas desde aquele dia em que me ligaram a perguntar se podiam antecipar o meu estágio (de 4 dias) um dia... tinha acabado de sofrer uma mudança de moradia radical, e estava com demasiadas coisas na cabeça (é só ler os post's enormes e desastrosos e melodramáticos que fiz em Julho), e só me apetecia ficar na cama a dormir o dia inteiro, mas lá fui.

ao início foi complicado. não percebia nada de nada, nunca tinha visto facturas na vida sem ser as da TV Cabo (quando a minha mãe se passa porque diz que é mt caro). mesmo estando pouquíssima gente lá, porque é período de férias, não conseguia memorizar e associar caras com nomes e depois entrava a história das secretárias, ou seja, uma pessoa que recebia o correio de 5 ou 6... bem, aí é que eu me atrapalhava por completo. mesmo com a ajuda da pessoa que ía substituir, ainda me enganei algumas vezes, pus correio onde não devia ter posto, e em vez de distribuir conforme passava pelos sítios, não.. ía a uma ponta e voltava para trás se fosse preciso 10 vezes xD

na primeira semana sozinha, vi-me um bocado aflita. já não tinha ninguém que me corrigisse... tinha os mapas do edifício, com os nomes das pessoas e onde elas estavam... tinha uma folha A4 com 'não esquecer' e pequenas observações importantes... e tinha uma folha enorme a dizer os nomes das secretárias e o que era para entregar a quem, enfim, uma complicação...

mas aos poucos, fui-me adapando... e sem dar por ela, 6 semanas depois, eu:

  • já não precisava dos mapas;
  • sabia os principais nomes de cor e respectivos departamentos (das pessoas q não estavam de férias);
  • sabia onde deixar e a quem deixar determinadas coisas;
  • associei caras a nomes e pessoas a feitios (tipo 'a emproada', 'a antipática', 'a querida', 'a gira', LOL);
  • já conseguia distribuir o correio conforme ía passando pelos sítios e não ter de voltar atrás;
  • já sabia como lidar com cada pessoa, conforme fosse de mais confiança ou não.


etc etc etc. nas duas últimas semanas, guardei os mapas e os papéis com infinitas observações para recordação na caixinha de recordações que tenho em casa, porque já sabia tudo de tudo de cabeça. contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que me enganei em duas semanas. e nem era nada de grave.

já conhecia o edifício de uma ponta a outra, tinha de ir a todo o lado., sentia que já lá estava há anos... tanto estava dentro de um gabinete de um doutor, como no corredor a repôr garrafas de água e resmas de papel, como no armazém. até já sabia de cor (pelas milhentas vezes que os seguranças me mostraram) onde estavam as câmaras de vigilância. e claro, a cláudia feita parva, às vezes fazia assim umas caretas para as câmaras. eu sabia que iriam ver, mas não iria ser despedida por isso. uma vez, comecei a dançar e a cantar o 'love game' da lady gaga, na recepção, mas esqueci-me que estava uma câmara apontada directamente a mim. os seguranças ficaram parvos a olhar para mim e a A. diz "quando virem essa cassete, vão-se perguntar porque raio danças tanto para mim". ela disse isto de uma maneira tão engraçada que tive um ataque de riso DAQUELES com direito a mandar a cabeça para trás, e depois ficou a cláudia gravada primeiro a dançar, e depois a ter um ataque de riso maléfico.

quanto às pessoas, sim... posso dizer que tenho esta mania - quem não tem? - de as classificar. pessoas extremamente antipáticas, pessoas extremamente simpáticas, pessoas extremamente interessantes, pessoas extremamente com a mania (estas , claro, são as que nunca vou esquecer, tanto pela positiva como pela negativa). isto aplica-se essencialmente às mulheres. os homens eram todos simpatiquíssimos (pelo menos comigo), e alguns bastante giros e interessantes até. depois, havia as pessoas que me eram indiferentes, sobre essas nada a dizer xD Itálico

cheguei à conclusão que as pessoas de topo, i.e., os Doutores, Directores e blá blá, eram os mais humildes. a sério! por incrível que pareça... eram os mais simpáticos, os mais dados, os que mais me sorriam quando passavam por mim, os menos com a mania. em contrapartida, havia muito boa gente que não passavam de secretários e que metiam nojo com a mania que tinham e às vezes nem um olá davam. havia também o tipo de pessoa muito queridinha e atenciosa, que dizia sempre 'Cláudia' no fim do 'Bom dia' ou do 'Obrigada' (e é sempre diferente ouvirmos o nome. quem não diz o nome provavelmente nem sabe como me chamo. mas quem dizia... significa que me dava alguma importância. eu não era simplesmente a miúda que distribuia o correio. era a CLÁUDIA. uma pessoa com um nome e uma personalidade, LOL).

enfim, apetece-me imenso dizer nomes, mas não convém, claro. mas apanhei gente TÃO SIMPÁTICA, que até custa a acreditar... a sério. fiquei espantada com tal simpatia e tal consideração por mim. havia até quem me chamasse de 'querida'. e houve uma rapariga que um dia disse 'Cláudia, trata-me por tu' , adorei... (sim, também não queria mais nada, tem praticamente a minha idade). uma DOUTORA uma vez disse 'dá cá mais cinco' (aí sim, caiu-me tudo) porque eu voluntariei-me para organizar os cartões de visita dela por ordem alfabética.. não é função minha fazer isso, mas ela tem mais q fazer do que organizar cartões e eu não tinha nada que fazer, e ela ficou super grata, adorei-a... ah... e uma pessoa que uma vez me deu boleia até à paragem de autocarro?? isto não é ser simpático? ok, tudo bem que era um dia ventoso e eu estava de vestido e provavelmente a pessoa em questão viu as minhas cuecas aquando da sua saída da empresa, teve pena e disse para eu entrar no carro até à paragem do autocarro... mas mesmo assim xD

bem, eu podia ficar aqui horas a falar das pessoas. tanto para o mal, como para o bem. mas vou concentrar-me nas pessoas com quem eu verdadeiramente simpatizei: pelo caminho fiz algumas amizades. não sei se se podem chamar de amizades, mas sim vou chamar-lhes assim. fiz amigos com quem gostaria de voltar a falar e não perder o contacto. sobretudo com os seguranças, já pra não falar nas pessoas que adicionei no facebook xD. era uma mulher (a A.) fixa, que fazia as 9 horas diárias como eu (9 se se tirar uma para almoço), e mais 4 homens que faziam por turnos, dado fazerem 12 horas. conversávamos TANTO que até já tinha as famosas private jokes com eles. desta nunca me vou esquecer: "o que é uma boazona? é uma zona boa... agora vou passar a chamar-te de boazona. mas só te oiço se me chamares de gajo bom". Ou então esta: "já foste dar a volta ao correio?", "já, acabei de dar uma"... "tem cuidado com o que dizes. acabaste de dar uma?" (e depois EU tenho a mente perversa). fantástico. fiz questão de ficar com mails e números de telemóvel e DEDICATÓRIAS. sim... eu e a A. no último dia até trocámos presentes... dedicatórias... beijinhos... surpresas...

que mais dizer?

fiz funções para além das minhas (os famosos comportamentos extra-papel lol), porque para além de às vezes não ter nada que fazer (e eu ODEIO não ter nada que fazer), adoro trabalhos manuais, tipo organizar cartões por ordem alfabética, cortar cartões com x-acto, tirar fotocópias, carimbar envelopes, bla bla bla. e como não há ninguém específico para fazer isso e as pessoas que lá estão têem mais que fazer, eu não me importava nada quando me pediam. até gostava.

E MESMO ASSIM, eu tinha tempos mortos que era uma coisa doida. eu cheguei a utilizar esses tempos mortos para fazer aquelas coisas que 'um dia tenho de fazer mas quando tiver tempo', e depois nunca se tem tempo nem paciência. nomeadamente:

  • organizar caderno para a faculdade (lol... fiz um design mesmo fixe para um dossier. forrei-o com papel de plastificar com desenho de pele de zebra, que tinha em casa; e na parte de cima fiz uma montagem com recortes de revista. devo dizer que estive ali duas horinhas entretida e o dossier ficou bem original);
  • limpar a minha carteira (cartões que passaram de prazo em Abril e talõezinhos de 1988.. LOL. dei ali uma limpeza que foi uma maravilha. ah! e plastifiquei aqueles cartões mais fraquinhos, já andava pra fazer isso há muito tempo);
  • ter ideias para escrever post's no blog (como se eu já tivesse poucas);
  • retirar de revistas (e pedir às cozinheiras inclusivé) receitas culinárias para experimentar cá em casa;
  • ler livros em atraso;
  • actualizar constantemente a minha agenda, que não precisava de ser assim tão actualizada, mas isto é mesmo o desespero de não querer ficar sentada a olhar para o dia de ontem.
(também me fartei de fazer palavras cruzadas e sudoku. com os jornais do dia anterior que os Srs Directores deixavam em cima da minha secretária. tipo caixote do lixo).

de vez em quando lá passava pela recepção e dava dois dedinhos (uma hora, lol) de conversa com os seguranças.

de vez em quando lá passava pelo armazém para conversar também.

e assim se ía passando o tempo.

olhem, sinceramente isto tudo resume-se a:

FOI UMA GANDA SECAAAAAA... MAS VOU TER SAUDADES! dos almoços com a A., dos ataques de riso, das private jokes... mesmo com todas as desvantagens, já estava habituada à rotina, às pessoas... a isso tudo. eu adapto-me sempre a todas as circunstâncias e depois quando eu lhe começo a tomar o gosto, é que acaba. agora vai fazer-me impressão ter dias livres. dias livres e sem trabalho são maus - só se sai para gastar dinheiro, em vez de ser para ganhar xD

e se, para o ano, eu continuar falida (o mais provável), ainda vou substituir outra vez a senhora q vai de férias em Agosto!

entretanto com isto tudo, ainda vou receber alguns troquitos para comprar aquilo que os meus pais NÃO financiam: entre outras coisas, roupa. sim, estou bem a precisar. enfim, não tive férias... mas ao menos fiz algo de útil e que nem desgostei de todo.

e HOJE, foi o meu ÚLTIMO DIA DE TRABALHO, e vai ser o PRIMEIRO DIA DOS ÚLTIMOS DIAS DAS MINHAS SUPOSTAS FÉRIAS. vou para o Alentejo passar um fim-de-semana com uns amigos, para desanuviar e mudar de ares. o meu pai não gostou nada da ideia, diz que não gosta que eu ande no carro de pessoas que ele não conhece e que não me ía dar dinheiro. mas aí, eu entrei com esta: "eu não tive férias. eu estive a trabalhar. já recebi, nem preciso de dinheiro. eu também mereço sair de Lisboa e divertir-me. a partir do momento em que eu estive a trabalhar, já demonstrei alguma (ainda que pouca) independência e, sobretudo, MATURIDADE". estes argumentos são irrefutáveis e eu tinha que vender o meu peixe. and here we go. já tenho ali as coisas prontas, só tou à espera que me venham buscar.

estou contente. estou com a sensação de que fui útil, para mim sobretudo, e de que cresci mais um bocadinho. afinal, quem é que se voluntaria para ir trabalhar a full-time em pleno Agosto? com tudo isto ainda aprendi muitas coisas, nomeadamente: a vida custa, todo o trabalho que se teve durante um mês das 8h às 17h é capaz de se ir todo em poucos dias, ou quase todo. e só para admitir isto aqui, acreditem, cresci... nunca o teria admitido.... sim, cresci. estamos sempre a crescer e a aprender, todos os dias até à morte. é para isto que as experiências servem. e esta foi uma das boas.



Muaah @

e eu gosto de escrever estas coisas, porque nunca me quero esquecer. e escrever é imortalizar.


10 comentários:

Caramelazinha disse...

Realmente ganda testamento!



Aproveita as férias!

Shakti disse...

Ainda bem que o balanço final é positivo desta tua primeira experiência de trabalho !
Basicamente é como em todos...há de tudo !!

Agora aproveita bem as férias , enquanto podes !!

bj

B! disse...

Li o post todo ;) Continuo a dizer que pelos vistos tiveste muita sorte no trabalho! Já ouvi histórias de pessoas que ficam tipo escravas a trabalhar o dia todo e recebem misérias!

Agora aproveita bem o dinheiro que recebeste e goza as tuas férias!

beijinhos

CG disse...

Experiências de trabalho são sempre boas para nos fazerem ter mais responsabilidade e maturidade.
E agora, aproveita bem os teus últimos dias de férias. Mereces! ;)
Big Kisses

Menina disse...

Aproveita agora bem o bocadinho de férias que ainda te resta! beijinho*

Maria disse...

Olá.. Que esses dias de descanso estejam a ser óptimos..:)

Olha.. precisava imenso de falar contigo. Não é nada de grave, mas pelo teu hi5 "descobri" uma coisa, e se falasse contigo certamente percebi-a melhor..

Posso-te mandar msg por lá ?

Dscpa estar a incomodar.. Mas é que o que tenho para t perguntar rem haver com toda esta história em "que ando".

beijinhoo.

Jo disse...

Pa informar que li o post todo, mas so vim ca dizer que hoje ouvi as tuas playlists durante toda a tarde (ou grande parte dela) e descobri a musica mais maravilhosa (depois da sleepless) de sempre! 'All Over Again' - que abuso!

Jo disse...

Pa informar que li o post todo, mas so vim ca dizer que hoje ouvi as tuas playlists durante toda a tarde (ou grande parte dela) e descobri a musica mais maravilhosa (depois da sleepless) de sempre! 'All Over Again' - que abuso!

Olhos Dourados disse...

Valeu a pena nem que fosse pela experiência e pelo que aprendeste!;)

Morce disse...

Foi citada neste post, como tal, tive de lê-lo até ao fim. Estou com os olhos tortos!