22 de janeiro de 2010

' Mas quem és tu para dizeres o que eu devo fazer ou não?


A minha mãe é taxista e tem clientes regulares. Sobretudo velhotas. No outro dia, trouxe a casa uma cliente regular dela, nos seus 70 anos, aparentemente muito queridinha, para lhe mostrar a nossa casa.

Esperem, eu disse queridinha?

Retiro o que disse.

Viu um maço de tabaco em cima da mesa do meu computador e começou a pregar-me um sermão. Mas um sermão com S grande. pior: eu pedi à minha mãe para ela me levar não-sei-aonde já que estava em casa, a caminho de levar a senhora ao destino dela, e ainda tive que levar com ela a viagem toda.

A sério. Eu ouvi os primeiros 5 minutos e depois desliguei.

Passado uns dias, estava eu à porta do metro a fumar um cigarro. Veio um velhote perguntar-me como ía para Sta Apolónia e começou a dar de novo o sermão do tabaco. Não, o pior é que ele também fumava. E estava a dizer-me, a mim, que fazia mal e que eu tinha um "ar tão jovem" e que estava estragar tudo.

Epa, vamos lá a ver. Não. Não mesmo. Será que não passam dois dias sem que me digam "Não fumes"?. A minha mãe, então, é todos os dias. Se ficassem uma semana sem me falarem nisso se calhar até perdia a vontade.

Quanto mais me dizem "não", mais eu tenho vontade de fazer. Portanto, é escusado virem-me com as conversas moralistas do "Não fumes". Quem era ela (aquela velhota), que nem da minha família é, para vir a MINHA CASA pregar-me um sermão sobre o que eu faço ou deixo de fazer? Tudo bem que acredito nas boas intenções da senhora. Não fiquei chateada nem nada. Acredito que ela disse tudo aquilo para meu bem. e estou fartinha, mas fartinha, mas fartinha de saber que fumar faz mal. e no entanto, não é por me dizerem isso todos os dias e vezes sem conta que vou deixar de fumar os meus 3 ou 4 cigarrinhos diários. se ficar com rugas aos 30 anos, o problema é meu, não? posso ser infantil e irresponsável, whatever. mas, no fim do dia, quem faz as minhas escolhas? eu ou os outros?

Enfim... era escusado, a sério.

Agora, sempre que me lembro da vozinha dela e dos gestos "à padre" (aquela maneira de falar moralista que eu chamo de "à padre"), e de quando ela dizia "minha filha"... juro, apetece-me fumar um cigarro.

e agora, com licença. vou fumar o 4º cigarro do dia. o cigarro que fumo a ler os vossos blogs! ahah.

Muaah @


Aparte

e esta semana redescobri, no meio das caixas e caixas com tralhas e recordações que guardo, o meu velho e bom CD do Rodrigo Leão. epa, há tanto mas tanto tempo que não ouvia aquelas músicas lindíssimas do Equador... juro: estas músicas fazem-me chorar. mas, sobretudo, o "4º piso" (versão mais clássica do "Sleepless Heart"). (e como não havia no Youtube, eu passei para o pc e fiz vídeos para o youtube). não é do tipo de música que toda a gente goste (talvez seja calma demais). epa, mas eu venero. é mesmo, mesmo, mesmo, para ouvir, fumar um cigarro, relaxar, pensar na vida, e deixar-se ir.












12 comentários:

Anónimo disse...

Ao ler este teu 'post' só tenho uma coisa a dizer - NÃO FUMES !

ihih

S* disse...

Faz o que eu te digo, não faças o que eu faço. ;)

ADEK disse...

Por falar nisso... Estou há uns tempos para te falar nos malefícios do tabaco! Sabias que fumar faz mal? E "MATA"?? Ah sabias? Até está escrito nos maços de tabaco? A sério??? E eu a pensar que te estava a dar uma novidade enorme!!:S

[Só não fumes para cima de mim, oki?:P]

Ni disse...

Também não gosto que me digam o que fazer :S

Adoro Rodrigo Leão ^^

* Kiss *

Visita http://malmequerbijuteria.blogspot.com/

Olhos Dourados disse...

Olha, eu também te digo: não fumes, sua viciadona:p

S'Lia disse...

Odeio que me digam o que fazer ou nao..
E acho que todo mundo que fuma sabe como o tabaco faz mal!
sinceramente, acho que quem começa com sermões e etc .. está perder o seu tempo..
Fuma fuma fumaaa .. que quem está a estragar os pumões és tu =P hehehe


Gostei de saber que vens para moçambique :) .. espero mesmo que gostes ;) e que te divirtas.. tens que conhecer as praias ;)

bjinho*

Carlos disse...

Voltei :)

Um blog renovado para breve
Vai estando atenta :)
.
Ja tinha saudade de tanta cor :D

espero que estejas bem :)

carlos

ajoanita disse...

Tinha um professor que nos dizia "Com tantos panfletos na rua a dizerem para se deixar de fumar, eu que há 2 anos que deixei o tabaco já me lembrei de fumar outra vez. Quanto mais anúncios vejo, mais vontade tenho de fumar"
E às vezes só faz pior.. enfim..
*

(realmente, já não vinha aqui há um tempinho, mas já me actualizei de tudo :p )

Shakti disse...

lol...coitada da senhora...lol

bj

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Acho que é um habito portugues misturado com um habito dos velhotes: ser moralista, pregar sermoes, em publico, sem conhecer pessoalmente. Dispensa-se pois.

Ja agora, quando é que deixas de fumar? :)

Beijo meu ♥,

A Elite

B! disse...

Eu também podia dizer-te para não fumares mas tal como tu odeio que me digam o que fazer! Desde que não exageres nos cigarros xD

E acho piada ao facto de fumares um cigarro enquanto fazes uma visita pelos blogs xD Eu em vez de cigarros agarro-me às bolachas!

beijinhos

Joana Avi-Lorie disse...

percebo-te... a minha mãe também me dá na cabeça pa deixar de fumar mas eu ja nao ligo. ja deixei 2 vezes por ela se passar e voltei sempre porque é uma cena que tens de fazer por vontade própria. como tudo. senão nunca vai funcionar a 100%. Eu dei-me um prazo limite que é até acabar o curso, pelo menos, deixo de fumar. É realista uma vez que na faculdade é muito difícil de deixar, o stress a toda a hora e gente a fumar por todo o lado, as festas... tudo. quando acalmar um pouco, vou deixar :)