7 de outubro de 2010

' Ainda das amizades.

Às vezes, custa tanto acabar com uma amizade como acabar com um namoro. Ontem "desamiguei" uma das pessoas que me tem magoado - muito - no facebook, e adormeci a pensar nisso, a sentir-me culpada. Não que já não me tivesse afastado há muito, porque tinha, simplesmente  deixei de falar, de responder as mensagens, e tudo... mas ontem foi mesmo uma coisa "oficial". Só faltava apagar o número dela, mas não cheguei a tanto. fiquei o dia todo, todo, a pensar nisso, e ela nem merece, pelo que fez ultimamente, que eu tenha perdido um dia a pensar nela. sinto mesmo raiva! só me consigo lembrar das vezes em que nos rimos juntas, em que ela foi simpática comigo (mesmo que fosse só pela frente), e nunca das vezes em que ela foi uma cabra!!

Nos últimos meses já "desamiguei" 2 pessoas. A primeira não me custou nada,  era uma relação puramente profissional; esta segunda está a custar-me um pouco, porque só me lembro dos bons momentos que passei com ela. e custa-me  acreditar que ela ultimamente só tenha dito e feito coisas atrás de coisas que me desiludiram.

Este processo de mudanças ainda agora começou. Há mais umas quantas pessoas que quero afastar da minha vida. algumas delas, nem tenho explicação. não arranjaram confusão, não me fizeram nada de (muito) mal, eu é que simplesmente já não me quero dar mais com elas.  acordei um dia e a voz delas começou a irritar-me. tão somente isso. mas como elas não arranjaram confusão comigo, eu também não quero arranjar confusão com elas. quero, simplesmente, afastar-me, sem ter de dar justificações ou explicações.

sometimes you just have to walk away...

agora, sim, percebo porque as pessoas se queixam "ah e tal eu tinha uma amiga, e ela de um dia para o outro afastou-se, desapareceu da minha vida"... estou a ser essa pessoa agora... não é necessariamente mau, acho. nunca achei, mesmo quando as pessoas diziam que tinham amigos que simplesmente se afastavam. pensava sempre "acho que nunca ia fazer isso, mas a pessoa lá deve ter tido a suas razões". é isso que sinto agora. apetece-me simplesmente desaparecer, da vida dessas pessoas, sem ter que dar um ai nem um ui. apetece-me, simplesmente, nunca mais ter que falar com essas pessoas, como se nunca as tivesse conhecido sequer.

é tão simples, e tão complicado!

2 comentários:

- Gates. disse...

Ai como eu te entendo..
Eh tão, mas tão difícil :/
Beijinho*

Ricardo disse...

é engraçado...
estou numa situação parecidissima.
não vou estender muito a conversa pq parte dela está no post q tou a escrever xD mas tambem desamiguei algumas pessoas. embora não tenha enjoado de nenhuma pessoa só porque sim... desamiguei pelo menos 3 pessoas que pensava serem imensamente importantes até me terem usado como se fosse um copinho de plástico numa rave (linda metáfora né?) enfim... é chato mas muitas vezes tem q ser