5 de novembro de 2010

' Já decidi o tema da minha tese de mestrado.

Dou por mim a pesquisar no google "fenómenos sociológicos e psicológicos por detrás dos reality shows" e fico horas a ler artigos.


está decidido. a minha tese de mestrado vai ser sobre isto. sempre tenho uma desculpa para ver A Casa dos Segredos, com um conhecimento de causa superior às velhotas que são abordadas nas paragens do autocarro pela equipa da TVI a perguntar o que elas acham das nomeações. quando vejo isso, dou por mim a pensar nos fenómenos sociológicos (e psicológicos, por consequência) por detrás daquilo tudo... começo a pensar na relação que um aparentemente simples programa de tv tem com "deus", com a sociedade (só as analogias...), o facto de que algo que é altamente encenado se apelida de "reality show", como quem diz que é algo natural, real, autêntico, quando é tudo menos isso, a ideia de um ser omnipresente que tudo observa, tudo pode, tudo consegue (neste caso, "a voz", no caso do Big Brother era o "o olho que tudo vê"), o facto de que a simples convivência de um conjunto de seres humanos nos dá a sensação que podemos controlar a vida deles (através dos votos, falando de forma superficial), a sensação de poder e de julgamento inerente ao ser humano (neste caso espectador), o facto da ilusão de que podemos controlar a vida de alguém, o simples processo de comparação "eu-concorrente X"...

isto é PURA PSICOLOGIA. acho genial. acho os reality shows um fenómeno simplesmente genial. muito bem engendrado mesmo...

6 comentários:

Dora disse...

Quando tirei o meu curso e também quando fiz o CAP, apresentei o trabalho "O Impacto dos Reality Shows na Sociedade". Tens livros sobre isso e tudo.

Menina disse...

Realmente visto dessa perspectiva psicológica, tem bastante interesse..

**

Janete Magalhães Monteiro disse...

obrigada:D

S* disse...

Cansei-me deles. Ainda não perdi 10 minutos a ver a casa dos segredos porque sempre que apanho um resumo da coisa acho pra lá de falso e deprimente.

catherine disse...

Parece-me interessante. :)
Eu quando entrei para a faculdade interessei-me por psicologia também. Mas acho que não gostava de trabalhar nessa área, apenas conhecê-la melhor. :)

Beijinho **

Botas disse...

Gostei do tema.=P

<3