15 de novembro de 2010

'' Não sei se alguma vez irei aguentar trabalhar a full-time.



Isto tem sido assim.

Todas as semanas, de 2ª a 4ª feira, das 9h às 17h30 estou enfiada na faculdade. Isto porque supostamente só tenho aulas à tarde, às 14h30, mas abriram as competências transversais (umas cadeirinhas da treta daquelas que só valem 2 ECTS e que é só para fazer por fazer), de manhã, das 9h às 12h.

2ª feira estou na boa. Como domingo dormi quase até o sol se pôr, mesmo que quase faça directa  na noite de domingo para 2ª (o que acontece quase sempre), não me faz confusão, estou descansada do fim-de-semana. 3ª feira já estou a morrer, porque fiquei com a noite anterior em atraso mas não é por isso que me deito mais cedo na 2ª à noite (aliás, eu nunca consigo dormir à noite, sou super noctívaga, consigo ficar o dia todo a dormir e à noite dá-me a energia toda). 4ª feira já estou a desejar que possa ir para casa dormir seguidinho até ao domingo seguinte. (claro que isso depois passa quando, de 4ª para 5ª, durmo umas 14 ou 15 horas, porque 5ª não tenho aulas, e fico bem).

O problema não são as aulas em si. essas passam rápido. e as competências transversais que eu escolhi são um máximo, adoro - Espanhol (por ser fácil, não porque goste particularmente de espanhol), Comunicação e Desenvolvimento Pessoal (é a minha cara, adoro adoro!!), e Gestão de Conflitos (é um bocado secante, mas adoro quando fazemos dinâmicas de grupo, em que nos juntamos em grupo, a stôra dá-nos uma situação e papéis a cada um, que entram em conflito, e temos de resolver o conflito). O problema é aquele furo. AQUELE FURO de 2 HORAS E MEIA. aquele furo das 12h (hora a que acabam as CT) e as 14h30 (hora em que começam as outras aulas normais). aquele furo, juro, mata-me. fazer nada cansa mais do que fazer alguma coisa. e depois penso "ah, assim aproveito para adiantar trabalhos, que é coisa que não me falta", mas vou almoçar com não sei quem, que por acaso também está sozinho, e acabo por não fazer nada de produtivo. é tempo mal gasto. já para não falar que gasto dinheiro para almoçar, e fumo muito mais porque me dá a ilusão de que o tempo passa mais rápido.

quando saio dali, às 18h, já é quase noite (ai, como odeio o Inverno), o que me dá a sensação que passei o dia todo no mesmo sítio e que desaproveitei o dia. é horrível! detesto 2ªs, 3ªs e 4ªs. mas, fazendo as contas, só estou lá 9 horas, aproximadamente.

então, eu penso: 9 horas, com 1 hora de almoço, é um dia de trabalho normal para alguém que trabalhe a full-time. como é que eu vou conseguir? como é que eu vou conseguir se, a este ritmo apenas 3 dias por semana, eu sou capaz de chegar a casa numa 4ª às 19h, adormecer a ver tv às 20h, acordar à meia-noite  a sentir que alguém me pôs um xanax no jantar, e ir logo para a cama, e só acordar na 5ª ao meio-dia? COMO???

nunca vou aguentar. sou muito preguiçosa e o meu corpo precisa muito de dormir. demais! =P

2 comentários:

Salsa disse...

Loooooooool
Até fiquei cansado de ler o que escreveste.
PS não percebi metade.

P* disse...

AMEI o teu blog, e a tua sinceridade a falar das coisas.

ja segui :p