17 de maio de 2011

' Senso comum ou burrice mesmo? É à escolha do freguês...

A Cláudia vai ao café comprar um gelado e fica meia-hora à espera no balcão, porque a empregada está a falar com a vizinha do lado.


Assunto: que o filho da tal vizinha foi vítima de um feitiço, feito por uma bruxa, que causou o seu divórcio com a sua (ex) mulher. o feitiço, segundo a senhora, consistia em pegar numas calças de ganga do dito cujo e enchê-la de enxofre, e deixá-las dentro de um cesto de verga.


Citando directamente a senhora: "foi remédio santo! a bruxa conseguiu! ao fim de 7 anos, lá conseguiu que o meu filho se separasse da mulher..."


Eu ficava-me por aqui, não tecia mais comentários, mas penso que seja necessário referir que, nesse mesmo dia, numa banal aula de PPRI (Percepção de Pessoas e Relações Interpessoais), a professora nos apresentou um exemplo de um estudo cujos resultados foram precisamente que, geralmente, a maior crise dos casamentos dá-se por volta dos 7/8 anos, e que a maioria dos divórcios ocorre nessa fase do casamento.


Eu não gosto de me "armar em superior", mas não consigo deixar de me lembrar de uma expressão muito utilizada - com humor, atenção, não com preconceito - por uma pessoa cujo sentido de humor me mata: "povo!!!" (dito de uma forma que me faz sempre rir).


Agora, sim, vou calar-me.

5 comentários:

catherine disse...

Sim, já conhecia esse estudo... As crises dos 7 anos... :)

. Sofia . disse...

Mesmo! As pessoas acreditam-se em cada coisa.
Por aqui estão sempre a falar em ir à bruxa. Até mete nojo. Cruzes!

Marga disse...

Valha-me Deus.
É só o que consigo dizer LOL

Anónimo disse...

Pronto, não venho comentar e sabes o porquê lol apenas te venho dizer em seguimento da nossa conversa que era este o post :P

Ana Marques

Botas disse...

O "povo" é uma coisa doida.xD

<3