11 de abril de 2008

- Cenas caricatas #3

É preciso muito azar para um pombo nos cagar em cima. Mas acontece.
Pois é. Aqui há uns anos atrás, eu ía para a escola com uma amiga minha todas as manhãs, porque ela morava ao pé de mim. Saía de casa, e lá ía eu, e lá ficava eu sentada nuns banquinhos de pedra que havia em frente do prédio dela, à espera que a atrasada de sempre se despachasse. E não é que de repente sinto um ploff em cima da cabeça ?! pois... nem queria acreditar, mas era mesmo... MERDA DE PÁSSARO! no meio de todo o azar ainda tive sorte, porque estava ao pé de um repuxo (daqueles que dá pra beber água, acho que se chamam bebedouros) e estava uma senhora a limpar a escada do prédio e assistiu à cena, e foi lá ajudar-me a limpar o cabelo. ainda pensei em faltar às aulas e ir para casa, mas além de nessa altura ser uma menina certinha que não faltava a uma aula (é o que se vê agora... LOL), a minha casa era a subiiiiiiiiir... e não me estava nada a apetecer subir aquilo tudo para ir tomar banho!

bem, por acaso a senhora foi muito útil e simpática, não fiquei com nada no cabelo, mesmo nada. claro que depois o lavei, mas deu para desenrascar durante o dia, apesar de me sentir nojenta e ter a impressão de que estava toda a gente a olhar para o meu cabelo.


BIEEERRCKKK! Odeio pombos, são inúteis e só trazem porcaria para as cidades, já pra não falar que não se pode estar numa esplanada na Baixa sem que esvoaçe um por cima da minha sandes da Pans&Company. Lol.

LOL


мєηιηα νσgυє @

8 comentários:

imnotinsane disse...

Como eu te compreendo xDDD
Qando vou à Baixa evito sentar.me nas esplanadas!!!
Aconteceu.me uma vez mas caiu no meu braço, fiqei com o casaco a cheirar lindamente :/
Enfim, acontece sempre pelo menos uma vez a todos!!!

Tiago disse...

yap, isso também já m aconteceu, e depois tinha a sensação de que me estava sempre a acontecer, mas não, foi só uma vez. E também concordo, detesto pombos. não havia um milho trangénico que funcionava como pílila, para os pombos? era dar-lho a comer imediatamente! lol

beijo

MLeonor disse...

Inúteis...Já tive uma discussão do género com uma amiga minha. Nós também somos inúteis, visto assim. Servimos para quê? Há quem diga - para evoluir isto tudo. Mas...para quê? - para vivermos melhor. Para quê se morremos no fim, e um dia o planeta terra também vai desaparecer?
Vivemos então para ser felizes. Tal como os pombos. Vivemos por viver, e porque é a única coisa que conhecemos. E caso contrário, faríamos o quê?

Mas, acerca do tema do post :P
Epa, já me aconteceu. Fiquei com a sensação que tinha uma coisa enorme e ridícula na minha cabeça...! E um mosquito também já me picou...E perguntei exactamente a mesma coisa: Para que é q estes bichos servem? Só pa chatear, fonix!
Mas apercebi-me do absurdo que disse :)

Beijinhos!
P.S. Já te adicionei no hi5 :D

MLeonor disse...

Eu sei que não eram brasileiros, foi uma espécie de ironia :P também acho completamente none sense quem trata os pais assim!

Eu não tenho Geografia, hehe. Em vez disso, Francês! Não me queixo :D

Não tenho nada contra gente humilde, agora gente que demostra a sua falta de tudo no autocarro, merece o meu desagrado...

gota de água disse...

Não gosto lá muito de pombos... Tenho um pouco de receio que um dia me calhe a mim receber a dita prenda. Parece acaba por calhar a todos... Mas vou rezar para que seja num dia em que tire o chapeu por um bocadinho e aí já podia voltar a po-lo e tapar a liinda prenda.
:D
beijinhus

Ricardo N. disse...

Oi grande história. Bom fim-de-semana!!!

Cati =D disse...

Felizmente isso nunca me aconteceu...

Mas keres um conselho?

Sempre que fores para a rua, leva uma espinguarda...

E se algum desidir fazer necessidades em cima de ti...
Pimba..
Matase-o...

Mas tem cuidado, se não ainda es presa...

Bjx

Andreia do Flautim disse...

LLOOLL
Por acaso nunca me aconteceu!

Mas olha, dá graças a Deus por as vacas não voarem!!