16 de março de 2010

' Loving Me 4 Me.

Eu tenho uma espécie de atracção platónica por uma conhecida. Sim, conhecidA, não conhecidO. não é amiga, não é colega, e pouco na vida alguma vez falei com ela (muito pouco), mas há qualquer coisa nela que me atrai mesmo, e há certas situações, digamos, sociais, em que estamos as duas presentes, e eu dei por mim a observá-la e a começar a interessar-me. e foi uma das pessoas pelas quais comecei a desconfiar que sentia isto.

claro que isto é apenas uma atracção, talvez curiosidade, nem sequer chega a paixão e nunca me impediu de me apaixonar por outras pessoas (nomeadamente, o Bruno). e, aliás, o Bruno sabe disto. logo desde o início fui sincera sobre tudo acerca de mim, porque acredito que nada funciona sem transparência, e transparente é coisa que sou. e ele sempre aceitou isso.

só que ela mexe comigo, isso é um facto que eu não consigo esconder. ela mexe muito comigo! no outro dia, ela sorriu-me. se calhar foi psicológico, mas quis-me parecer que foi um sorriso maroto =P foi UM SEGUNDO, mas fiquei com a imagem mental para sempre e se fecho os olhos vejo aquele sorriso dela, aquela expressão dela, tão deliciosa. no dia que isso aconteceu... ganhei o dia só com isso.

no entanto, eu tenho consciente que, agora tendo namorado, nunca vou poder pôr à prova as minhas desconfianças, e muito menos com a pessoa em questão porque - acredita - é totalmente impossível, inatingível e platónico. o que até sabe bem. o facto de ela ser "impossível de alcançar" torna a coisa mais picante e interessante. "o fruto proibido é o mais apetecido", já alguém dizia. e sim, ela para mim é proibida.

no outro dia, estava a falar com o Bruno sobre isso.

B - "porque não começas a falar com ela?"
Eu - "e se eu depois começasse a gostar dela?"
B - "se começasses a gostar dela, e ela de ti, tínhamos uma relação a 3"
Eu - "eras capaz?!"
B - "eu prefiro relação a dois contigo, mas se tu gostasses mesmo dela, e de mim... tu eras?"
Eu - "era sim... com ela, era mesmo capaz"



FIQUEI CHOCADA. PARECE QUE ESTOU A CONSEGUIR ABRIR A MENTE DO BRUNO... parece que encontrei alguém que começa a pensar em certas coisas como eu (o que é raro)! o que ao início era inconcebível na mente do Bruno, agora é cada vez mais natural. no fundo, ele aceita-me como sou. he's taking me for me, loving me for me. passamos horas e horas a falar dela e a fantasiar com ela; eu então, passo a vida a fantasiar com ela ao som de "At Last", as duas numa praia, em pleno Verão, em câmara lenta. meu deus, ela deve estar com as orelhas quentes.

adorava passar pela experiência de uma relação aberta a 3, com uma rapariga que eu gostasse mesmo. nem que fosse só mesmo pela experiência e curiosidade. mas eu tinha de "mandar" numa relação desse género. ou seja, era eu-Bruno-ela, por esta ordem. ou seja, eu andava com ele e com ela, mas eles não andavam um com o outro. eu era a "intermediária" e ela era "a terceira", a que tava a mais (mas que era bem recebida). se assim não fosse, ia eu sentir-me a mais, e não gosto dessa sensação.

bom, se calhar, já estou a sonhar demais; se calhar, não ia dar a lado nenhum; se calhar, ia ser só uma relação de sexo ou assim; se calhar, 3 é uma multidão; mas queria experimentar, nem que fosse uma vez na vida, ter uma relação aberta a esse ponto! mas sei que isso é mais utopia do que realidade.

hoje, eu e ele fazemos 2 meses de namoro. tivemos um dia maravilhoso. fomos almoçar fora, eu há meses que queria experimentar comida japonesa (sushis e afins), e aproveitei a ocasião. devo dizer que esperava que soubesse a peixe cru e esperava não gostar, mas ADOREI. a repetir x)



demos uma volta pelo Dolce Vitta Tejo, eu tive na worten uma hora a ouvir o álbum "Frank" da Amy Winehouse (paixão, paixão, amo todas as músicas), fomos para casa, tomámos um banho de imersão de 2 horas. FOI UM DIA TÃO BOM :)

eu, que nunca gostei muito de relações sérias, estou a sentir-me maravilhosamente bem nesta. continua a ser tão pouquinho tempo mas, por incrível que pareça, é a 2ª relação mais longa que tive até agora. (a outra foi de um ano e quase meio).

Bruno, esta é pra ti.



People ask if I'm in love with you
Because I'm sitting here with your picture
And smiling to myself (I smile)
I'm kinda lost in my own thoughts of you
My heart speaks before my mind thinks through
And I blush as I say yes (yes)

What a feeling of vulnerability coming over me
And I'm feeling weak and I can't speak (speak) and I can't think
Never thought I'd give in so willingly to a human being
With abilities to set me free
Free, and let me be me
Makes me want to say

Your lips, your eyes, your smile, your kiss
I must admit it's a part of me
You please me, completely, believe me
Like a melody
Your soul, your flow, your youth, your truth is simply proof
We were meant to be
But the best quality that's hookin' me
Is that you're loving me for me (loving me)
Is that you're loving me for me (ooh)

People ask why I'm in love with you
Well, let me start by saying
You got my heart by just being who you are
And what we got is between me and you
It doesn't matter about the money I make
Or what I do, or that I'm a, huh, a star

Unconditionally you're there for me
Undeniably you inspire me, spiritually, oh so sweet
This is meaningful, it's incredible, pleasurable, unforgettable
The way I feel, so surreal
Makes me want to say

Your lips, your eyes, your smile, your kiss
I must admit it's a part of me
You please me, completely, believe me
Like a melody
Your soul, your flow, your youth, your truth is simply proof
We were meant to be
But the best quality thats hookin' me
Is that you're loving me for me (loving me)
Is that you're loving me for me (oh oh yeah)

Its so amazing how something so sweet
Has come and rearranged my life
I've been kissed by destiny
Oh, heaven came and saved me
An angel was placed at my feet
This isn't ordinary, he's loving me for me

Stripped of all make up, no need for fancy clothes
No cover ups, push ups
With him, I dont have to put on a show
He loves every freckle, every curve, every inch of my skin
Fulfilling me entirely, taking all of me in
He's real, he's honesty, and he's loving me for me
(uma das músicas que eu mais AMO :) )




(o Bruno quando era mais novo)
O meu puto é uma braza ou não? claro que sim.



Muaah @

13 comentários:

Sofie disse...

amiga: eu sou a favor de experimentar tudo na vida... mas cuidado: três podem ser uma multidão (escrevi sobre isso no outro dia). experimenta primeiro a dois (duas) e depois pensas no resto...

concelho da "cota" Sofie

Anónimo disse...

Só tu. Acho que sim, petisca o fruto proibido a ver se é bom lol.

'Quem não arrisca, não petisca.'

Alex Page disse...

Pois pois Claudjinha. Relação a três pode causar muitos problemas. Já tive uma coisa parecida e acredita que houve muitas mágoas nisso... não é aconcelhavel.
Isso das fantasias (camara lenta da camara lenta XD e tanta agua pelos labios e cabelos, etc XD) sempre continua a ser bom... e experiencias a 3 tambem... mas mesmo uma relação a 3... hmm... se calhar é melhor ficar apenas uma menage-à-3
estou tbm muito feliz de estar a correr tudo tão bem com o teu "Baby Bu" :] wishing you some more happy and loving months :]
e olha... então um dia vamos comer japones? já nem me lembro do sabor de sushi XP
e pois... Loving me 4 me... Christina... que mais preciso eu para ficar feliz? Ela é a minha rainha e ira ser para sempre :P

:* e abraço
do teu marido ^^

Olhos Dourados disse...

Acho que uma relação a 3 desse genero não ia funcionar. Da mesma maneira se não fosse à tua maneira ias sentir-te a mais, essa tal 3ª pessoa ia sentir-se a mais também.

Olhos Dourados disse...

Acho que uma relação a 3 desse genero não ia funcionar. Da mesma maneira se não fosse à tua maneira ias sentir-te a mais, essa tal 3ª pessoa ia sentir-se a mais também.

B! disse...

Acho que as relações a 3 quase nunca resultam. Como já li num comentário acima há sempre alguém que se irá sentir a mais a dada altura. Apesar disso não vejo porque não possas tentar!

beijinhos

Verinha disse...

O rapazito tá a ficar liberal ;)

Se concordarem todos porque não experimentar se tens vontade?

Vês como Sushi é bom, eu simplesmente adoro!

Bjks***

Daniela Malmequer ♥ disse...

Parabens pelos 2 meses! Que venham muitos mais :)

Quanto à tua atracção não te preocupes, está provado cientificamente que todos os seres humanos tem desejos, mesmo que no subconsciente, de estar com uma pessoa do mesmo sexo.

Beijinho
Daniela Malmequer ♥

Maria Nena Freitas disse...

1. inundara a casa de banho
e não digas que não porque havia poças, mas msm poças de agua no chão...

2. essa foto foi nos meus 22 anos... ou seja tem 1 ano e meio, pai

Maria Nena Freitas disse...

1. inundara a casa de banho
e não digas que não porque havia poças, mas msm poças de agua no chão...

2. essa foto foi nos meus 22 anos... ou seja tem 1 ano e meio, pai

Botas disse...

Para alem do obvio…

Não me vou por aqui a escrever as palavras que já te disse, palavras essas verdadeiras (como tu sabes), vou falar do que eu era antes de te ter conhecido. Como é normal no mundo que vivemos, eu procurava a felicidade, procurei-a entre multidões, corri atrás dela ate não poder respirar mais, enfrentei os meus medos para poder chegar a ela e apostei as minhas virtudes para ela se ligar a mim. Mas para que? Ela passava entre mim como uma nuvem passa pelo céu, devagar e intocável, sentia me capaz de voar mas os meus pés não saiam do solo que gritava o meu nome e me roubava um pouco de mim dia para dia, ate que sufoquei, fiquei naquele vazio sem luz e sem ar, tudo parecia longe ate que parei e abri os olhos e vi algo familiar, não era a luz que me iluminava, nem o ar que me fazia andar, eram as minhas virtudes que pensava ter perdido em forma de uma mulher, elas estavam mais perfeitas e completas do que quando viviam em mim, não pensei, corri, a escuridão puxava-me para onde eu estava e a falta de ar roubava me o pouco energia que tinha, mas o coração foi mais forte que eles juntos, ele mandou, arriscou e venceu, e lá estava eu frente a essa mulher e ao que tinha perdido ao arriscar e vi que não as tinha perdido mas sim que elas me procuravam para ser feliz.

16/1/2010

Botas disse...

Para alem do obvio…

Não me vou por aqui a escrever as palavras que já te disse, palavras essas verdadeiras (como tu sabes), vou falar do que eu era antes de te ter conhecido. Como é normal no mundo que vivemos, eu procurava a felicidade, procurei-a entre multidões, corri atrás dela ate não poder respirar mais, enfrentei os meus medos para poder chegar a ela e apostei as minhas virtudes para ela se ligar a mim. Mas para que? Ela passava entre mim como uma nuvem passa pelo céu, devagar e intocável, sentia me capaz de voar mas os meus pés não saiam do solo que gritava o meu nome e me roubava um pouco de mim dia para dia, ate que sufoquei, fiquei naquele vazio sem luz e sem ar, tudo parecia longe ate que parei e abri os olhos e vi algo familiar, não era a luz que me iluminava, nem o ar que me fazia andar, eram as minhas virtudes que pensava ter perdido em forma de uma mulher, elas estavam mais perfeitas e completas do que quando viviam em mim, não pensei, corri, a escuridão puxava-me para onde eu estava e a falta de ar roubava me o pouco energia que tinha, mas o coração foi mais forte que eles juntos, ele mandou, arriscou e venceu, e lá estava eu frente a essa mulher e ao que tinha perdido ao arriscar e vi que não as tinha perdido mas sim que elas me procuravam para ser feliz.

16/1/2010

Di disse...

Se vires que ela também está para aí virada experimenta primeiro algo mais soft antes de partires para uma menage, olha que pode correr mal. Eu também quero experimentar há imenso tempo, mas tem que ser com alguém com quem tenha minima confiança - uma amiga de uma amiga (que espero nunca mais ver na vida depois do acto! xD)

Beijo*