6 de outubro de 2010

Mariza.

Hoje foi noite de fados, a Mariza deu um concerto de entrada livre no palácio de Belém como comemoração dos 100 anos da República. Não conhecia muito do trabalho dela, mas pensei: e porque não?



Gostei. Arrepiei-me toda quando ela cantou o "Gente da Minha Terra".

Não gostei do facto de ser um concerto de Fado e todo o mundo estar a falar. via-se logo que estávamos em Portugal: gente a falar sobre os sapatos que comprou ontem, a rirem-se, a discutirem, a falarem ao telemóvel. não ouvi nada do que ela disse nos intervalos das músicas, e ainda havia gente com a lata de dizer que ela falava baixinho. mas ela não tinha que falar mais alto para as pessoas ouvirem. as pessoas é que tinham de estar caladas.

O que é feito do "silêncio, que se vai cantar o fado"?

Foi uma desilusão nesse aspecto. As pessoas não têm respeito.

O meu pai diz que está orgulhoso de mim, porque não pensou que eu gostasse de fado. (e também não é do que eu mais oiça. mas sim, gosto, e tenho Amália Rodrigues - essa grande senhora - no mp3). eu cá estou orgulhosa do meu pai porque o meu pai já escreve "tas", em vez de "estás", e "q", em vez de "que", mas mensagens.


Muaah @

5 comentários:

Ju disse...

Eu adoro Mariza! :)

catherine disse...

Mariza é espectacular. Mas gosto de Ana Moura também. :)

S* disse...

Pois ela é um estrondo de fadista... e a falta de respeito é imperdoável.

Alex Page disse...

pah... acho que já te disse tudo pessoalmente do que tinha que dizer sobre este concerto...

um dia temos que ir ver um concerto dela que não seja de entrada gratuita ou então vamos 5 horas antes para lá, para ouvir tudo e sentir melhor...

Botas disse...

Não faz o meu estilo.xD

<3