17 de fevereiro de 2011

' So much to do, so little time.

Hoje cheguei a casa às 16h30 e pareceu-me serem 11h, por ser "cedo" e por ter tido tempo para "enjoy home" (não me ocorre expressão em pt): arrumar as coisas, pôr loiça a lavar, dobrar roupa nas calmas, pôr roupa para lavar, ver televisão, limpar o pó, estar com ele, estar na net nas calmas, escrever no blog e guardar para publicar mais tarde...

Isto porquê? Porque eu não tenho tido tempo para nada. Saio de casa ainda não vejo o sol e só volto quando ele já se pôs. Sempre exausta, geralmente encharcada da chuva e com o cérebro a implorar para descansar um pouco... Por essa altura já só tenho forças para tomar um banho quente e meter-me na cama... tenho adormecido todas as noites antes da meia-noite (shame on me, tão cedo).

Tenho tido demasiado trabalho.... sei que disse que este trabalho era fácil e simples, mas não tive outros factores em conta... mesmo que só tenha de estar lá 2 horas por dia, tem de ser 2 horas de manhã, porque tenho aulas a tarde toda, e se tenho aulas às 13h tenho de sair de lá às 11h30, porque demoro uma hora e meia a chegar, e se tenho de sair de lá às 11h30, convém chegar às 9h, e para chegar às 9h tenho de acordar às 7h. Acordar às 7h custa-me horrores, detesto manhãs. Saio das aulas por volta das 18h, mas com o trânsito, aquela 1h30 de viagem torna-se quase 2 horas... com isto chego a casa quase às 20h, que cabeça tenho para fazer o que quer que seja?

Mas tenho que ter, porque o meu chefe "promoveu-me". Agora já me passou a responsabilidade de responder aos emails dos clientes a partir de casa, sozinha, on my own, o que significa que independentemente da hora que seja convém estar atenta ao computador, para ver se recebi alguma coisa que ele me reencaminhou e responder convenientemente, ele passou-me uma grande, grande responsabilidade, e eu já percebi que ele não gosta de falhas.

Quanto às aulas, este ano o curso está a ficar mais interessante, sim, mas também está a dar mais trabalho. ainda por cima, este semestre tenho uma cadeira em atraso, Estatística, o que por si só, e só por existir, me dá cabo dos nervos... aliás, na verdade tenho duas estatísticas, a II (deste ano) e a I, do ano passado, que deixei em atraso. Odeio aquilo, odeio odeio odeio e preciso de me auto-motivar, e eu, para me auto-motivar a fazer algo que detesto, preciso de energia extra... energia psicológica. para não faltar às aulas e para não me distrair, quando vou, e para não me desleixar como no ano passado. sim, porque deste ano não pode passar, não convém, depois fico com as duas estatísticas em atraso, que duvido que consiga fazer a II sem a I. caos. caos. caos. e o horário?? 5ª feira não tinha aulas, mas perco o dia todo, todo (!) porque tenho um furo gigante entre uma aula de estatística e a outra. claro, põem os horários assim horrorosos, como querem que não falte? ter aulas de tarde já é muito mau (perde-se basicamente o dia todo), agora ter uma de manhã e depois só à tarde, mata-me. porque nesse dia, das duas uma: ou falto à primeira aula de estatística - e já sei que "perco o comboio" como no ano passado e estou fodida - ou falto ao trabalho - não é que eu tenha "faltas", porque o homem é muito benevolente, mas eu, por orgulho próprio, não gosto de faltar com ninguém, e se ele me está a pagar, para alguma coisa é...

Mas o pior, o pior de tudo mesmo, do trabalho, é quando o homem se esquece que marcou coisas comigo. saio eu toda apressada, enervada porque detesto chegar atrasada, chego lá e não está ninguém em casa. ligo, "ah, mas não tínhamos marcado para hoje", "tínhamos sim, marcámos às 16h, não se lembra", "Não, não me lembro". ou então, 10 minutos antes da hora marcada, eu já a sair na paragem do autocarro, e ele a ligar-me a dizer "oh não é preciso vir, está tão mau tempo, fique em casa a dormir, não é preciso vir". really? like, really? o homem é impecável (nota-se, "Não é preciso vir" porque está mau tempo), mas de memória, meu deus!! já é a 2ª vez que me faz isso, vou passar a ligar-lhe sempre antes de ir, para confirmar, não vá ele lembrar-se - ou, neste caso, esquecer-se - que não é para eu ir e eu vou feita parva.

Pior do que isso tudo é o tempo que eu passo nos transportes. É DEMAIS. Não dá. Já tentei percursos alternativos, e nunca, nunca, demoro menos de 1 hora a chegar de um sítio ao outro. Isso, mata-me, mesmo. Detesto autocarros. Só queria ter 500euros para comprar um daqueles carros bem podres, não interessa, desde que me leve do ponto A ao B!

E a agenda? os post-it's, as notas, as listas.. tenho tantas que às tantas começo a repeti-las.

E é quando tudo está um caos, que o meu computador vai para arranjar. A sério. Disseram que demoraria, no máximo, 30 dias, para mim, 3 dias sem computador é demais. Ainda por cima agora, que tenho 2 ou 3 trabalhos por cadeira, no mínimo um para entregar por semana, e agora que o homem me pôs a responder aos clientes a partir de casa. A minha sorte tem sido o Bruno...sinto-me mal. Ele está aqui em casa há uma semana por causa do pc, porque eu preciso dele, e eu estou fora o dia todo, e ele fica o dia todo em casa. Ele não pode ir para casa sem o pc porque a mãe dele vai chateá-lo, obviamente, e eu não posso ficar sem pc, portanto ele tem de ficar cá...com o pc. mas claro que me sinto mal. não tenho tempo nem para falar com ele e ele está aqui este tempo todo.

Estou cheia de stress, porque tenho demasiadas coisas para fazer, demasiado complicadas, e toda a gente chama por mim, toda a gente de repente quer alguma coisa de mim, e ai de mim se não posso naquele momento (como é o caso da minha avó, que me liga a chorar a dizer que não vou visitá-la há 2 semanas e eu fico a sentir-me shit), e tenho de arranjar não-sei-quantos participantes em 2 dias para uma experiência, e tenho de mandar este e aquele mail com a minha parte do trabalho, e tenho que ter tempo para fazê-lo, para pesquisar e escrevê-lo, e tenho de ler não-sei-quantos artigos para não-sei-quando, e tenho o casting de não-sei-o-que para o Mulher XL, e depois,  e tenho horários horríveis, e perco horas e horas em autocarros - estou tão farta de autocarros, a sério - e é preciso aproveitar todas as horinhas livres para adiantar qualquer coisa, todos os furos e as horas perdidas nos autocarros (quem é que adianta trabalhos nos transportes? eu), e é preciso ter muito jogo de cintura para conciliar tudo, e muitas vezes não consigo, tenho que dar prioridade a umas coisas e deixar outras de lado, e isso chateia-me, detesto deixar coisas de lado, assuntos pendentes, e coisas por resolver.

queria ser uma super-mulher. e ainda me quero inscrever no ginásio e natação! quero ver se consigo...

8 comentários:

Pedro disse...

qualquer dia das em doida

Maria Leonor disse...

Fico contente por andares motivada e por conseguires dar conta de tanta coisa! Quem me dera...beijo ;)

Anónimo disse...

Olá :)
Encontrei o teu blog por mero acaso (andava a pesquisar dicas para o exame de condução, pois o meu é amanha, apesar de ainda não me ter mentalizado e achar que está tudo bem, que nao se passa nada. Hoje fui conhecer os percursos possíveis. Só ouvia o instrutor a berrar, literalmente: Oh SAARAAAA, não pises a M***** da linha contínua. Oh SAAARAAA, abre os olhos. Oh SAARAAAA, olha a M***** do passeio. Oh SAARAAAA, encosta-te ao eixo. Oh SAARAAAA, olha a gaja, cede-lhe a passagem. Oh SAAARAAAAA, tem juízo e mete a mudança. Oh SAAARAAA, afasta-te do passeio. Oh muída, chega-te para aí ou queres ir pa berma, C******?? Etc, etc, etc, etc. Mas continuo a pensar que está tudo bem, contudo no fundo, mesmo no fundinho, sinto um formigueiro na barriga, ainda que ligeiro. ^^). Mas não foi para falar do meu exame de condução e do meu instrutor possuído que resolvi comentar um post teu, mas sim para ter dar os parabéns pela EXCELENTE forma com escreves. Um forma simples, directa e transparente. Gostei muito do que li, mesmo. Muitos dos textos são o meu espelho, Portugal precisa de mentalidades como tu. pareces ter já, apesar da tua idade, objectivos bem definidos, concretos e até um pouco ambiciosos (Um pouco de ambição não mata ninguem). Irei adicionar o teu blog à minha página dos "Favoritos" :)
Vou acabar um trabalhinho para a entregar para a semana e tentar dormir para amanha estar na escola de condução às 8h :)

MPrag. disse...

Demorar uma hora e meia desde casa até à faculdade, é o mesmo tempo que eu demoro da Batalha a Lisboa em Domingos de trânsito! :|

Verinha disse...

Rsapariga eu venho da amora (seixal) para lisboa todos os dias e demoro uns 45 a 50min, já com a espera entre transportes!!
Olha sei de uma pessoa que comprou um carrito por 250€! e anda!! lol
Por isso se procurares bem pode ser que arranjes algo ainda mais barato que os 500€.

Bjks***

' Claudjinha disse...

Sara --> obrigada e boa sorte para o teu exame! vais ver que não é nada demais. também estava em pânico e depois passei... e fui para a auto-estrada, de noite, com chuva... foi o pior exame de sempre, eheh. mas pronto. beijinhos e boa sorte.

Verinha --> também já pensei nisso, mas sabes qual o problema? um carro para custar 250 euros não pode estar em lá muito boas condições... até podia ser barato ao início, mas depois com todos os problemas que ia dar, ia gastar muito mais dinheiro para manutenção. prefiro comprar um melhorzinho e que não dê problemas pelo menos durante uns tempos... não quero uma bomba nem nada de muito novo (afinal, iria ser o meu primeiro carro), mas também não quero correr riscos.
Beijinhos

→ Calipso disse...

falo por experiencia propria: eu adoro o ginasio mas as xs o tempo escasseia para la ir (agr de ferias foi uma maravilha). contudo, quando la estou e optimo pq ja conheco muitas pessoas e sao todas de idds diferentes (bem mais velhas) e é bom poderes ser tu noutro contexto sabes? o ginasio e mesmo o meu mundo e é optimo para relaxar e para nao pensar em nada. se te inscreveres num, vais adorar.

Botas disse...

De não fazer quase nada a não ter tempo para pensar, és uma mulher de extremos.=P

<3