11 de maio de 2009

' É oficial.

"Um sonho tornado realidade"


A 8 de Maio de 2009, eu voltei a comprometer-me e a envolver-me naquilo a que se chama de "namoro". Não sei como, não me perguntem porquê, nem eu bem percebi ainda... ainda nem acreditei como! mas a verdade é que estou perdidamente apaixonada.

(pra quem não sabe, eu sou um ser muito libertino. não gosto lá muito de 'relações sérias'. só tive duas na vida, o que é pouco comparado com as amizades coloridas e coisas do género que tive. e porquê? não gosto de namoros porque me sinto um bocado presa. não é preciso ser controlada para me sentir presa. basta sentir-me um pouco menos livre. tenho a terrível 'mania' de fazer da pessoa o centro do mundo e desligar-me do resto... mais tarde, arrependo-me sempre disso. já pra não falar que às vezes, muitas vezes, cai na rotina. chega a um ponto que já não nos podemos ver à frente, mas 'fica mal' dizer ao nosso namorado "hoje não me apetece estar contigo" e sabe ainda pior ouvirmos "as coisas já não são o que eram". whatever. resolvi arriscar).

Mas ele conseguiu conquistar-me de uma forma arrebatadora. "He got me thinking about getting involved". Ele conseguiu, em menos de UM MÊS, apaixonar-me, não só por ele, mas por tudo, absolutamente tudo, pela vida (ainda mais). Ele fez-me esquecer o meu ex em tão pouco tempo que eu fiquei boquiaberta. Eu já estava a fazer planos para 'não me envolver seriamente com ninguém' durante mesesssssssss. Porque estava mesmo mal, ainda que nem sempre mostrasse. E ele estragou-me os planos todos de fazer o meu luto. É caso pra dizer: chegou, olhou e arrasou.

Juro que ainda estou incrédula. Eu estava tão na merda, em termos amorosos. Podia ter 11, 12 , 13, 14 pessoas interessadas, até podia ser Lisboa e arredores (como ele muito gosta de dizer), que eu não conseguia interessar-me por ninguém. Por mais que tentasse e tivesse aquele pensamento do "agora sou livre e descomprometida, vou mas é aproveitar", não dava. Não me apetecia estar com ninguém, mesmo que fosse o tipo mais giro e inteligente e amoroso do universo. E secretamente chorava um pouco todas as noites pelo ex-ele, fiz isso praí durante um mês, depois era só mesmo mágoa seca.

Até que ele chegou. Tiago de Albuquerque, triunfante, chegou. Aconteceu tão inesperadamente, um dia que tinha combinado com uma amiga ir ver a Joana da Cidade FM "passear nua" nos armazéns do Chiado, mas ela não pôde ir. e ninguém mais podia ir. e ele estava na lista telefónica do telemóvel. e ele podia ir. e ele foi. e simpatizámos logo. e aquilo que era só 'ir dar uma volta porque a Cláudia ficou pendurada' foi, implicitamente, um encontro amoroso. um primeiro encontro amoroso. porque (e mesmo que não fosse um encontro 'planeado'), houve sorrisos e risos tímidos, e formas de falar tímidas, e momentos em que não sabíamos o que dizer, e que olhávamos um para o outro mas rapidamente desviávamos o olhar. foi apenas o primeiro de muitos 'encontros amorosos'.

Para dar o primeiro beijo, foi um caso sério. Pra lhe tirar a timidez, foi outro. Porque ele é o oposto de mim. Se fosse eu também tímida, estávamos lixados. E pra dizer o primero 'adoro-te', que estava mesmo a querer sair, mas que por alguma razão não saía. E pra dizer o primeiro 'amo-te', porque sentimos isso cedo demais e achávamos cedo demais pra dizê-lo. Mas superado tudo isso...

é PERFEITO! é tudo perfeito, tudo nele, tudo em nós. perdi a conta dos dias, das horas, que passámos juntos a conversar e a aparvalhar. ou das alturas em que nada dizíamos nem fazíamos, mas a presença dele, só a presença dele, era Tudo, era o bem-estar na sua plenitude. perdi a conta das nossas 'private jokes'. perdi a conta das aulas a que eu faltei pra estar com ele (que se lixe, também vou mudar de curso). As aulas que ele faltou porque me ía levar à faculdade e/ou trazer a casa. e as vezes que adormeci em cima da barriga dele, no carro, sestas deliciosas de 25 minutos, ele a dar-me festinhas na cabeça (eu adormeço automaticamente quando me fazem isso lol). Quanto mais estava (e estou) com ele, mais vontade tinha (e tenho) de estar. 5 minutos depois de estar com ele, já tinha saudades. e era (e é) só pensar nele. era (e é) só estar com ele. era (é) só falar com ele. monopolizou a minha caixa de entrada das mensagens. monopolizou a minha lista de chamadas recentes, monopolizou o Hi5, o Msn, monopolizou o meu coração, monopolizou-me a mim, monopolizou tudo.

E o que mais me surpreende é o quão somos diferentes. O quão eu por vezes sou tão infantil e ele tão 'com a cabeça no sítio'. É como se fosse a minha base segura, alguém que me mantém com os pés no chão e me ajuda na hora de tomar decisões a sério. O quão eu sou extrovertida e pouco tímida (se bem que até há bem pouco tempo era muitaaaa tímida, e consegui superar isso porque detestava isso em mim), e o quão ele era tímido comigo, e hoje em dia é com outras pessoas. O quão eu gosto de sair e o quão ele não gosta. (apesar de também, como tempo, termos descoberto imensos gostos em comum, como Pink Floyd, alguma música clássica, Sigur Rós, Mariza, a rádio M80... gostos musicais comuns x) )

E por mais que ele me deixe continuar ser como eu sou, a dar-me a liberdade que eu tanto prezo para sair, o espaço que eu tanto preciso para outras pessoas (amigos) e até para mim própria (é isso que me faz amá-lo ainda mais), eu sei de mim própria que isso não vai acontecer. Não por ele, mas por mim: eu sei que vou sair menos, que vou deixar de estar com outras pessoas; e sempre que o fizer, vou estar a pensar nele, e como me apetecia estar com ele em vez de com essa pessoa. e ao início sabe tão bem, tão bem, e depois arrependo-me... baah. nem quero pensar nisso.

E no dia 8 de Maio, após uma noite bastante conturbada e estando eu a cair de sono, ainda com algumas réstias de alcóol a correr nas veias em vez de sangue (Enterro do Caloiro, já se sabe como é), com a típica cara-de-depois-da-borga (isto é: montes de olheiras e restos da maquilhagem do dia anterior que não saiu ou que eu não tirei por preguiça), eu ouvi um 'Namora Comigo, namoras?' bem de manhãzinha (vá, pra mim de manhãzinha é perto da hora do almoço LOL). Nada que não estivesse à espera. já tínhamos falado nisso muita vez. mas aquele 'namora comigo'... chamem-lhe o que quiserem, de foleiro, de antiquado, de estúpido.. pra mim é algo que não se pode perder nunca, é o pedido de namoro. é e foi um momento mágico. senti-me tão bem, tão bem, tão nas nuvens, tão no paraíso, ainda melhor do que me senti quando ouvi um 'amo-te'. foi e é uma sensação inexplicável.

e sinto que isto é TÃO A SÉRIO, e confio TANTO nele que: já trocámos NIB's, passwords de msn, hi5, blogs e afins (ele tem perfeito acesso a este estaminé), código de cartão de multibanco (graças ao 'vai levantar-me dinheiro pra pagar a manicure' porque tinha as unhas pintadas de fresco e não podia tocar em nada LOOL), e até temos um mealheiro comum, género fundo de reserva, vamos pra lá pondo os nossos trocos, juntar o nosso dinheiro, pra gastar nas nossas coisas, feito especialmente a pensar no nosso Verão (e este 'nossas coisas' sabe tão bem!! nós!!).


e é o que eu digo, e que ele próprio diz: foi cedo demais? só demorou um mês desde que começámos a sair? precipitámo-nos em tudo? dissemos 'amo-te' muito cedo? será que isto é só uma paixão passageira? será que vamos um dia cair na rotina? será que nos vamos fartar um do outro? será que o 'amo-te' que tão bem sabe ouvir agora, vai perder significado? eu não sei, mas a certo ponto deixei de pensar tanto nisso. deixei de ser tão racional pra passar a pensar e a agir mais com o coração: que se dane tudo, que se dane o tempo, que se dane o rápido, que se danem os outros, que se dane a rotina, que se dane o risco. o que interessa somos nós, o que sentimos e o que vivemos. o que interessa são as despedidas de 45 minutos por não conseguirmos ir embora de ao pé de um do outro. pode ser que tenhas (mesmo) "aparecido para ficar".


AMO-TE TIAGO DE ALBUQUERQUE, MEU NAMORADO <3

Muaah @

Ps. foi uma semana realmente preenchida e cheia de emoções fortes (o fim-de-semana é que correu mal, mas já está tudo resolvido). concertos, castings (sim, depois faço um post sobre isso), apoiar uma amiga desolada que agora já fez as pazes com o namorado e apercebeu-se de que quando eu digo 'isso passa' passa mesmo xD , aulas, apresentação oral de trabalhos, aulas de dança, Enterro de Caloiro... (calor do caraças com o Traje e pés a doer com os sapatos... iiihhh dor insuportável), um pedido de namoro, na 6ª tinha um jantar e queria ir sair, mas estava podre demais e tinha 5 euros na conta, ou seja, ESTOU LISA, completamente FALIDA, e 'no money, no funny', e esses 5 euros já foram à vida devido a uma emergência; ontem foi dia de ir ver um grupo da minha escola de dança a dançar Urban Striptease Aerobics (eu não dancei porque ainda não estou preparada, comecei as aulas há muito pouco tempo), obviamente dia passado com o Tiago, e hoje (Domingo) era suposto ser o famoso dia da ronha... mas os meus Domingos deixaram de ser totalmente de ronha a partir do momento em que tenho de me vestir e ir à rua quando ele vem ter comigo (o meu pai está em casa, ele não pode subir, lol) e em que é o único dia da semana em que posso estar com a minha mãe e assim aproveito . mesmo assim estive grande parte do fim da tarde a dormir e a fazer nenhum da vida (e foi noite de ver novo episódio de EQUADOR!! ihih), e continuo exaurida!! vou masé dormir que amanhã é dia... não de trabalho nem de aulas (à 2ª feira só tenho aulas que não me interessa e que já chumbei por faltas), mas de outras coisas x) é por isso que, ao contrário de todo o resto do mundo, ADORO SEGUNDAS-FEIRAS: tenho o dia todo livre e ainda é dia de receber a minha semanada ihih *

15 comentários:

Diana disse...

Uff...

"cheguei ao fim do post"

Porquê que eu acho que esses sorrisos, esses olhares desviados, isso tudo e mais alguma coisa que acpntece nos encontros, nao quer dizer nada?!?!
LOL

Mas estava-se mesmo a ver que esse tiago te ia tirar os pes do chão.. outra vez!

e fez ele muito bem!

Beijinho grande... ainda bem que estas HAPPY! =)

Doctor Who disse...

Olá, então muitos parabens pelo namoro :) espero que, te faça feliz o maior tempo que possivel!!
Olha lá, tu gostas de Pink Floyd e de ouvir a M80!? Não é muito comum haver alguém, com 19 anos, gostar disso!Mas olha, rogo-te o bom gosto...e a maturidade, por isso! :)Beijinhos

Verinha disse...

Oi!!!

Estou feliz por ti, espero que corra tudo bem e que dure muito tempo.

Começaram no meu dia de anos! lol

Não há nada melhor do que os primeiros tempo, as primeiras descobertas, as primeiras situações, as primeiras tudo, lol, por isso aproveita ao máximo!
Estou feliz por ti!

Estimem-se um ao outro.

Bjks***

Shakti disse...

Já cá faltava o belo do post "enormerrímo"....mas muito , muito feliz !

Ainda bem...

Fico contente por ti , e espero que seja para durar...pelo menos da data não me esqueço ,ou não faço eu anos nesse dia :)

Menina disse...

Fico mesmo contente por ti =)

beijo*

ps: quanto aos bilhetes para o concerto da Beyoncé não sei mesmo linda..mas se souber de algo digo-te logo!

Olhos Dourados disse...

Bem, se nunca arriscares, nunca saberás!

Desejo-te a maior felicidade, e que tudo dê certo!

'C. disse...

Dr. Who, sim, adoro Pink Floyd... e adoro música dos anos 80. sei que as músicas que ponho no player do blog não são exemplo de bom gosto musical.. é só 'música de fundo' :P

Doctor Who disse...

LOL pois, realmente, a musica que tens no blog não tem muito haver...eu sou um grande fã de Pink Floyd e também de musicas dos anos 70 e 80, mas estranhei o teu gosto porque, tenho amigos e amigas que são mais velhos que tu (mas mais novos que eu :P) do qual por vezes falo em bandas ou em musicas dessas epocas em que eles não fazem a minima ideia do que estou a falar :P...enfim mas é bom saber que até tens uma cultura musical além da época.
beijinhos

Maria disse...

Que corra tudo bem..:)
É tão bom estarmos assim... :P

Beijinhoo.

Morce disse...

Algum post teu tem menos de um metro? =)
Estar apaixonada, ser correspondida, é das melhores coisas que existe no mundo.

Albuquerque disse...

Passou um mês, um mês passou e desde esse mês passado, tem sido só alegrias! Podem achar pouco, mas para mim, só me importa e fico feliz com aquilo que posso ter, não me desiludo com o que não posso ter, conto com pouco, porque quando o tenho, dou ainda mais valor ao que tenho, que qualquer outra pessoa! O que é que eu consegui, juntamente contigo Cláudia? Sorrisos, bem estar, alegria, sentimentos especial, vontade de chegar de partir(contigo) e até de despedir no metro, nem que sejam (curtos) 45 minutos a faze-lo!
Cheguei, sim eu cheguei para ficar. Num curto espaço de tempo, faz-se tanto, é possível TANTO, eu AMO esta rapariga, eu quero estar contigo e não estou a ver esta vontade, sair.
Não gostas de namoros, mas comigo, já sabes que não tens que pensar assim, pensa antes, que estamos e vamos viver um grande Amor. Somos novos sim, mas isso não quer dizer nada! O para sempre, é sempre possível, apesar de preferir amar um dia de cada vez, alimentando sempre este Amor, é bem possível acontecer uma vida em comum (NÃO quero mesmo casar, só se fores tu a pedir-me :M LOL)
Devo-te dizer que, a liberdade e respeito está acima de tudo no nosso namoro e aquela rotina que falas, NÃO vai existir, porque estamos cá nós para evitarmos isso :)
Não é só fácil de dizer, é fácil de cumprir, ainda para mais, com este Amor existente entre nós :$
Comecei a gostar de ti, num olhar que me lanças-te, um olhar tímido, um sorriso também tímido, mas algo mesmo muito forte, que vou guardar comigo para todo o sempre!
Se chego, olho e arraso, é porque está em ti, uma pessoa que se merece lutar por ela!
Tive um namoro de 2 anos, foi bom o que passei e não criticando a pessoa, eu contigo, sinto-me MUITO BEM, a pessoa que eu quero ser, realmente. Sinto-me livre na minha maneira de ser, pois eu com ela, tinha aquele ‘medo’ de errar e sempre o ‘medo’ do que ela poderia dizer. Era muito criança e tinha medo que ela me deixasse, apesar de ser sempre ela a dizer-mo! Foi bom enquanto durou, já lhe agradeci (outro erro que fazia muito era agradecer por tudo e por nada, pedir desculpas) e eu contigo, não me sinto assim: Sinto-me BEM, bem por aquilo que és comigo, por aquilo que sou e pelo à-vontade (e pela timidez tirada, pelo menos contigo) que me proporcionas :D

Por tudo o que já passamos, por tudo o que vamos passar e por tudo aquilo que somos um para o outro, fica aqui um AMO-TE, na mensagem outro Amo-te e daqui a um bocado outro Amo-te :D Palavra que se gasta? Não, palavra sentida agora e por MUITO TEMPO!
AMO-TE CLÁUDIA <3
Aqui e agora, um até já @

Pedro Barata disse...

Boa sorte com esse teu namoro, que seja tão longo como o post! Lololol
Beijocas

Hannah disse...

Tudo de BOM, linda!!!

Muito, mas muito love!!!

d(^^)b

Jokinhas

'C. disse...

Dr. Who, obrigada mais uma vez. Tenho agora algumas das músicas que gosto mais dos Pink Floyd no player do blog :P

Beijinho

CG disse...

Fico muito feliz por ti! Nao há nada melhor do que estar apaixonada e, mais importante, ser correspondida =)
E ele parece merecer bem esse amor todo!
Desejo-vos muitos dias recheados de amor, miminhos e ternuras (omg...também quero!) =P
Big Kisses